Meu Diário
12/10/2018 09h44
BRASIL, UM PROJETO DE DEUS?

            Neste dia consagrado a Nossa Senhora Aparecida, padroeira do Brasil, veio à minha mente uma comunicação do mundo espiritual: que o Brasil estava predestinado para ser o Coração do mundo e Pátria do Evangelho. Portanto, Deus teria assim um plano colocando o Brasil numa posição central para o desenvolvimento do Reino dos Céus, já que a passagem evolutiva, de Planeta de Provas e Expiações para Planeta de Regeneração, seria um passo importante.

            A Batalha Espiritual que se desenvolve atualmente em todos os rincões do planeta, com as forças das sombras demonstrando o seu potencial, é um motivo para as forças da Luz promoverem uma retomada de consciência dentro da mentalidade dos cidadãos, dos homens de bem que se mostrarem impenetráveis pela mentira. Foi o que aconteceu há dois mil anos, quando era necessário a vinda à Terra material de algum espírito de Luz superior para os ensinar sobre o amor. Houve toda uma preparação para a vinda de Jesus, desde a sua redução vibracional para caber num minúsculo corpo humano, até a preparação do entorno com pessoas de índole suficiente para levar a mensagem e até um “batedor” para os novos caminhos que iriam surgir, como foi o caso de João Batista, vociferando no deserto sobre a necessidade da conversão pelo batismo e mudança de comportamento.

            Vejo o mundo neste momento crítico e o Brasil em particular, onde a política está bem dividida entre as sombras e a luz, entre a mentira e a verdade, que chegamos no clímax das circunstâncias, onde haverá o plebiscito popular para eleger a mentira ou a verdade, Barrabás ou Jesus. Será que teremos condições racionais e firmeza consciencial para distinguir a verdade e optar por ela? Será que os possíveis interesses materiais que possuímos e que estejam associados com a mentira terão ainda a força de obnubilar a consciência e defender sem a crítica necessária a mentira? Mas, se o projeto divino é que haja a evolução da Terra como um todo e do Brasil em particular, para um novo nível de Regeneração, então a Verdade deve prevalecer sobre a mentira para caracterizar, de forma clara, um momento onde o Bem supera o Mal, quebrando o paradigma dos planetas de Provas e Expiações, como o nosso, onde o Mal supera o Bem.

            Além do presidente eleito que deve corresponder à Vontade de Deus nessa vitória da Verdade sobre a Mentira, existem os outros 12 candidatos que apresentaram suas propostas ao Tribunal Superior Eleitoral. São pessoas que representam o pensamento de determinados segmentos da sociedade, determinadas ideologias, posicionamentos, etc., mas todas com o sentido de trazer bem-estar, qualidade de vida e boa evolução para a sociedade como um todo. Este é o pensamento de Deus! Mesmo que existam pessoas que advogam esse pensamento mas por dentro tenham intenções contrárias, de trazer benefícios exclusivos para a sua família e/ou seu clã político, estas são pessoas sintonizadas com o pensamento contrário ao divino, que são hipócritas, que consciente ou inconscientemente militam do lado das sombras.

            Por mais que algum dos nossos irmãos esteja equivocado, que pratique maldades consciente ou inconscientemente, todos têm oportunidade de corrigir os seus erros com a mão severa e incorruptível da Justiça e retomar o caminho em direção ao Criador. Após a eleição presidencial, os doze que não foram escolhidos, devem ter o principal papel, comparado aos demais cidadãos, de observadores do devido cumprimento das promessas feitas e registradas pelo vencedor, sempre no sentido de correção das maldades e discernimento da Verdade que esteja encoberta pelas mentiras.

            Vamos iniciar, coletivamente, um comportamento associado à vontade do Pai, somente assim assumiremos uma postura condizente com a promessa de sermos a Pátria do Evangelho e o Coração do Mundo.  


Publicado por Sióstio de Lapa em 12/10/2018 às 09h44
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Você deve citar a autoria de Sióstio de Lapa e o site http://www.siostiodelapa.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Imagem de cabeçalho: Sergiu Bacioiu/flickr