Meu Diário
10/08/2019 00h08
INTERNACIONAL CRISTÃ

            Devemos aproveitar as lições do passado para construir nosso futuro evitando os erros que foram cometidos. No campo político são observados diversos erros, motivados pelo egoísmo que todos nós, humanos e classificados como animais, possuímos. Muitas vezes ações tomadas com o melhor sentimento de fraternidade, termina degenerando em ações agressivas, violentas e até genocidas.

            Vejamos o exemplo do comunismo, iniciado com base em ideias utópicas de uma sociedade justa, terminou patrocinando ditaduras perversas ao redor do mundo através de estratégias organizacionais que se mostraram competentes para as suas intenções de dominação.

            Como uma dessas estratégias, desenvolvidas a nível global, podemos observar a criação do fórum de ideias e discussões à nível mundial intitulado de Internacional Socialista. Reúne cerca de 170 organizações partidárias afins de pensamento, de natureza social e democrática dentro do contexto que eles imaginam correto, de 120 países de todos os continentes.

Lá estão representados partidos socialistas, social-democratas e trabalhistas. Sua atual organização é originária da II Internacional, que surgiu em 1889, em Paris, a qual, por sua vez, derivava da Associação Internacional do Trabalho, na verdade, a I Internacional, e formada em Londres por Karl Marx e Friedrich Engels, em 1864, que reunia representantes do movimento operário europeu.

A III Internacional foi formada em Moscou, em 1919, pelos bolcheviques (comunistas), após a tomada do poder na Rússia, e dissolveu-se em 1943, sob influência stalinista. A IV Internacional foi fundada pelos trotskistas.

Esse movimento socialista/comunista que causa tanto sofrimento onde é instalado, que se contrapõe as lições do Cristo, fechando igrejas e perseguindo padres, que usa os recursos da mentira tantas vezes repetidas até que se tornem as verdades que desejam ser construídas, em busca do poder ou da manutenção dele, deve ser confrontado com a mesma eficiência pelos cristãos e pessoas que defendem a verdade e a justiça, sem derramamento de sangue, ódio ou destruição de reputações.

A criação de uma Internacional Cristã que coloque em prática não os ensinamentos de Marx, mas sim do Cristo, se torna uma necessidade para nosso tempo, onde observamos a investida do mal como nunca dantes no planeta, apesar de todo o avanço da aplicação do amor ensinado nos Evangelhos.

Talvez precisemos criar antecipadamente o Manifesto Cristão, para se contrapor ao Manifesto Comunista, como forma de advertência ao mundo e de apelo para uma nova política baseada nas lições do Cordeiro de Deus.

Podemos assim influenciar cum uma nova ética e filosofia em todos os países, mostrando que a dignidade humana pode ser resgatada não somente pela força das armas, das ditaduras de qualquer natureza, mas por todos aqueles que se dispõem a servir ao próximo sem objetivo egoísta de se beneficiar, a sua família ou ao seu clã.


Publicado por Sióstio de Lapa em 10/08/2019 às 00h08
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Voce deve sitar a autoria de Sióstio de Lapa e o site http://www.siostiodelapa.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Imagem de cabeçalho: Sergiu Bacioiu/flickr