Meu Diário
01/09/2019 00h31
ORAÇÃO SETEMBRO 2019

            Pai, procuro falar contigo com mais regularidade. Aceitei a Tua existência e importância na minha vida. Reconheço a Tua importância não somente na minha vida, mas na vida de tudo, na natureza, nos universos, em tudo que existe, enfim! Sei que estás sempre perto de mim, que me sondas e me intui, que envia propostas de trabalhos, novos caminhos, novas pessoas, com as vibrações as mais diversas possíveis.

            Sei que ao fazer assim, Tu esperas ver minha decisão, para onde apontará o meu livre arbítrio e de acordo com isso, novas oportunidades serão enviadas para dar o prosseguimento naquilo que é ofertado, e naquilo que decidi seguir.

            O que acho estranho, é que eu sabendo dessa tão grande importância do Senhor em minha vida, da sempre presença ao meu lado, eu não tenha tanto interesse ou motivação para falar contigo, colocar minhas dúvidas, pedir sugestões... é bem verdade que eu faço isso em algumas ocasiões, mas pela importância, eu acreditaria que deveria ser mais frequente.

            Tenho acatado diversas frentes de trabalho, em todas reconheço a Tua presença, a Tua concordância e expectativa no cumprimento ou não da tarefa. Sinto que me ajudas, colocando ao meu lado novas pessoas interessadas em contribuir nesses trabalhos. Meu corpo, que considero instrumento da Tua vontade, é exigido na realização do trabalho que é necessário.

            Lembro do esforço que Paulo de Tarso fez ao reconhecer a necessidade de seguir o Cristo na divulgação do Evangelho pelo mundo, o quanto ele trabalhou debaixo de todas as intempéries, do clima e das incompreensões humanas. Compreendo bem o que ele queria dizer que não mais vivia por si, mas pelo Cristo que ele passou a reconhecer como Mestre, como o Messias há tanto esperado por seus compatriotas.

            Sei que não tenho o grau de conversão sofrido por ele, não senti a voz e a luz do Cristo tão diretamente quanto ele. Tudo para mim se passou de forma lenta, gradativa. Passei por transformações na minha vida, principalmente a íntima, familiar, por aceitar a principal lição do Mestre a passar a praticar o amor incondicional. Destruí a harmonia da minha família nuclear, alicerçada no amor romântico, para construir as primeiras bases da família universal, alicerçada no amor incondicional.

\           Até hoje, Pai, não sinto compreensão ao meu redor sobre essa atitude tomada. Sou sempre acusado de ter me transformado negativamente, de fazer o próximo sofrer, principalmente o próximo mais próximo que são minhas companheiras afetivas. Somente encontro compreensão em Tua lei que está escrita na minha consciência e que até hoje não joga culpa sobre meus atos nesse sentido.

            O máximo que sinto de desconforto são momentos de dúvidas, quando a consciência procura saber se há verdade naquilo que me acusam. Mas sempre volto à minha harmonia interna, pois não vejo em Ti acusações contra mim, pelo contrário, vejo com alegria que sou considerado cada vez cidadão do Teu Reino.


Publicado por Sióstio de Lapa em 01/09/2019 às 00h31
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Voce deve sitar a autoria de Sióstio de Lapa e o site http://www.siostiodelapa.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Imagem de cabeçalho: Sergiu Bacioiu/flickr