Textos

GILMAR X BARROSO
            Circula nas redes sociais um texto que traz informações importantes sobre o recente imbróglio ocorrido dentro do Supremo Tribunal Federal (STF) envolvendo os ministros Gilmar Mendes e Luiz Roberto Barroso, que vale a pena trazermos à reflexão:
            Ontem presenciamos um “barraco” entre o gângster Gilmar Mendes e Luiz Roberto Barroso, sim, aquele advogado contratado pelo PT há alguns anos para defender o terrorista esquerdista italiano Cesare Battisti que estava asilado (na verdade fugido) no Brasil, condenado na Itália por atentado terrorista com mortes. Barroso defendeu a não extradição, ou seja, defendeu que Battisti recebesse asilo político no Brasil para não ser preso na Itália.
            O barraco de ontem foi entre o quadrilheiro Gilmar, e o Barroso, aquele que disse que o julgamento do mensalão ocorrido em 2012 “foi um ponto fora da curva, que exagerou nas condenações e nas penas do José Dirceu, do José Jesuíno, entre outros”. (palavras do Barroso, logo depois de sua posse como ministro do STF no ano seguinte, em 2013, indicado por... adivinhem quem? Dilma Roussef, do PT. Nossa, que coincidência.
            Ontem o bandidão Gilmar Mendes cutucou a ferida do Barroso, quando expôs publicamente o plano do Barroso em manipular a pauta para a seção em que apenas 3 juízes votarão um processo de aborto, número este que garante o 2 a 1 que beneficiará um cliente do escritório de advocacia, adivinhem de quem? Isso mesmo: do Barroso.
            Portanto, ontem não houve herói algum, e sim uma briga seríssima entre duas facções criminosas, em que o chefe de uma, por disputa e despeito expôs o plano “ilegal” do chefe da outra. Barroso foi pego de surpresa em público, e “surtou”. sqn.
            O príncipe Barroso fez um teatro, fingiu que era mais uma vítima das grosserias do ogro Gilmar. Barroso desviou o foco do seu crime de conduta interna, e como excelente advogado que é, agiu como um ministro santinho e magoado, um “herói” que jogou na cara do Gilmar, tudo o que nós brasileiros sonhávamos fazer um dia.
            Mas na verdade, Barroso apenas estava tentando limpar antecipadamente a própria imagem diante de nós brasileiros, na véspera da votação do habeas corpus que evitará a prisão do Lula. Qual é mesmo o partido do Lula? O mesmo do Barroso. Que coincidência.
            E não precisamos de bola de cristal para adivinhar o resultado da votação de hoje, e imaginar qual será o voto do Barroso.
            Barroso, o ministro ganhador do Oscar de melhor ator, ontem matou três coelhos com uma cajadada só:
            - Vingou-se do Gilmar.
            - Limpou a própria imagem
            - E salvou a imagem imunda do STF.
            E nós, aliviados por ele ter lavado a nossa alma, acreditamos.
            Porém hoje é outro dia, nós acordamos conscientes do que aconteceu. E estamos preparados para a votação do habeas corpus do Lula. Foi-se o tempo em éramos manipulados. Hoje, nem mesmo um “inimigo” do Gilmar nos engana mais.
            O fato é que hoje, para realmente virar herói nacional, o Barroso vai ter que fazer muito mais do que xingar o Gilmar.
            Para virar herói e honrar o povo brasileiro, ele vai ter que trair a madrinha Dilma, e votar contra o habeas corpus do padrinho Lula.
            Pois é, Barroso. Pensou que ia ser fácil, né????? 
            Isso mostra o padrão ético da nossa suprema corte. A fonte de todos esses males, vem da prorrogativa de presidentes indicarem os seus membros, pessoas que passam a assumir um altíssimo cargo, de responsabilidade com a nação, mantendo o sentimento de gratidão por aquele que o indicou, associado as forças que deram apoio. Nada mais maléfico, e uma corte para ser digna do cargo que representa, deveria ser assumida por homens preparados para o cargo, aprovados em concursos públicos, sem mancha na sua honra pessoal ou profissional e devidamente sabatinados pelos congressistas. Só assim teríamos pessoas no Supremo Tribunal Federal com capacidade técnica e compromisso moral e ético com a nação. Sem isso... é uma casa de compadres e comadres, como gosta de falar o jargão politicamente correto!
 
Sióstio de Lapa
Enviado por Sióstio de Lapa em 26/03/2018
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Voce deve citar a autoria de Sióstio de Lapa http://www.siostiodelapa.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários


Imagem de cabeçalho: Sergiu Bacioiu/flickr