Textos

MÍDIA ESQUERDISTA
               Tem um texto que circula na net, de pretensa autoria do Coronel ´´Áureo Júnior, que fala também das ações da Esquerda, que merece entrar em nossas reflexões:

            FICO IMPRESIONADO COM O DESESPERO DESSA MÍDIA ESQUERDISTA
            Eles estão desesperados com o crescimento dos adeptos favoráveis a Intervenção Cívico Militar e com o crescimento do Bolsonaro nas pesquisas em todo o Brasil.
            Resolveram agora ressuscitar fatos ocorridos na época que os militares estavam em guerra contra os comunistas, terroristas e criminosos. Onde o tempo era outro, o contexto e as circunstâncias. Eles falam como os militares de hoje fossem os mesmos que realizaram a Contra Revolução.
            As Forças Armadas de hoje possuem militares muito mais preparados, habilitados e qualificados; têm militares formados em todas as áreas do conhecimento, tem mulheres altamente competentes, a formação do militar de hoje não dá para comparar com os dos militares daquela época. O currículo de um Coronel daquela época não chega nem perto de um Coronel de hoje, são outros tempos. Estou dizendo isso tudo pra dizer se acontecer uma Intervenção Cívico Militar não será como a Imprensa Esquerdista e grandes formadores de opiniões como Jô Soares estão dizendo.
            Se ocorrer uma Intervenção Cívico Militar o objetivo será outro, pois hoje não temos terroristas e guerrilheiros em atividade.
            O foco será principalmente contra os corruptos do colarinho branco que são responsáveis pelas mortes de milhares de inocentes que morrem nas filas dos hospitais por falta de atendimento e das vítimas da violência.
            Hoje morrem por ano muito mais inocentes devido a corrupção que ocorreram em todos os governos depois dos Governos Militares em relação a quantidade de Terroristas, Guerrilheiros e Subversivos que foram mortos na época do Regime Militar.
            Hoje se mata muito mais e esta Imprensa Comunista não diz nada.
            Um bando de hipócritas!!! Que estão apavorados de perderem a mamata e o dinheiro fácil.
            Este é um texto que mostra a revolta explícita do autor contra os jornalistas que expressam uma ideologia dentro do seu trabalho. Essa ideologia favorece as ações de Esquerda, inclusive as mortes operadas pelos esquerdistas no passado que não são comentadas, apenas aquelas ocorridas por ações das forças de repressão ligadas ao Governo Militar. Não lembram e nem explicam os motivos que levaram os militares fazerem a intervenção naquela época, quando a sociedade foi às ruas, com faixas em defesa da Família e exigindo uma ação militar para o País não sucumbir sob a Ditadura do Proletariado.
            Termino por me solidarizar com o texto desse autor, também fico ressentido da falta de uma explicação verdadeira sobre os reais motivos que fizeram os militares assumirem o poder em 64 e o desempenho político e administrativo que eles implementaram a partir daí.
            Por que eu tenho que ler nos jornais apenas uma narrativa que sustenta a ideologia esquerdista? Por que não se desenvolve uma outra linha de jornalismo onde se desenvolva uma narrativa direitista, para fazer a compensação? Ou, melhor ainda, um jornalismo sem engajamento ideológico, apenas trazendo os fatos reais e colocando como são para os leitores construírem suas próprias opiniões, e não tentarem manipular nossa consciência para um lado ou para outro, como se fossemos crianças sem capacidade de usar o nosso juízo crítico e livre arbítrio?
 
Sióstio de Lapa
Enviado por Sióstio de Lapa em 16/05/2018
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Voce deve citar a autoria de Sióstio de Lapa http://www.siostiodelapa.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários


Imagem de cabeçalho: Sergiu Bacioiu/flickr