Textos

FLASHES DE UM VELHO TEMPO
            Ao observar o ocaso de uma administração pública que tanto impactou o Brasil, observo o predomínio de textos que trazem acusações de quantas iniquidades foram realizadas, encobertas com o falso guarda-chuva da bondade, eficiência e honestidade. Pois vejamos alguns tópicos que circulam na net...
PONTOS A PONDERAR
01 - O MAQUINISTA - A primeira grande comprovação na delação de Palocci é que Lula usou o PT no seu tempo de poder, para transformar a máquina pública numa máquina de lavar dinheiro.
02 - CHANTAGEM MAGISTRAL - A semana começa com o Brasil inteiro sendo chantageado pelos ministros do STF que só abrem mão do 'auxílio-moradia' mediante recompensa de R$ 39.200 mensais.
03 - PLANO CRIMINOSO - O Mais Médicos - ficou bem claro agora - nunca foi um programa... Foi um plano criminoso para a pandilha de Lula ganhar dinheiro usando a saúde como disfarce enquanto aplicava um curativo na depauperada ditadura cubana.
04 - TRATAMENTO DE CHOQUE - O Brasil tem 287 instituições federais que ''estão funcionando''. Todas com alto grau de vulnerabilidade à corrupção. Quanto mais forte e poderoso o órgão, maior o grau de sua contaminação. O organismo público brasileiro precisa de um tratamento de choque.
05 - PERSISTEM OS SINTOMAS - O Ministério da Saúde informa: persistem os sintomas e 96,6% das vagas abertas pela saída dos cubanos do programa Mais Médicos já foram preenchidas. Nada menos de 8.230 profissionais já estão alocados nos municípios em que irão atuar. Agora é usar a dinheirama que ia para os cofres dos ditadores de Cuba para prover os hospitais com equipamentos e remédios aqui nessa enorme casa da Mãe Joana.
06 – FERAS – Os dois grandes caroços para Bolsonaro nessa hora de formatar seu ministério: seu filho, Carlos, 'fera nas mídias sociais' e Magno Malta, 'fera sem papas na língua'. Eu não abriria mão de nenhum dos dois. Carlos dominaria a área da liberdade web de comunicação e Magno Malta, detonaria a liberdade incondicional de credo, pensamento e expressão.
URGENTE: LULA É DENUNCIADO POR LAVAGEM DE R$ 1 milhão
A força-tarefa da Lava Jato em São Paulo denunciou Lula por lavagem de dinheiro, informa o Estadão. “Usufruindo de seu prestígio internacional, Lula influiu em decisões do presidente da Guiné Equatorial, Teodoro Obiang, que resultaram na ampliação dos negócios do grupo brasileiro ARG no país africano”, de acordo com a acusação levada à Justiça Federal.
Segundo a Procuradoria da República, em troca, o petista recebeu R$ 1 milhão dissimulados na forma de uma doação da empresa ao Instituto Lula.
Além de Lula, o MPF denunciou o controlador do grupo ARG, Rodolfo Giannetti Geo, pelos crimes de tráfico de influência em transação comercial internacional e lavagem de dinheiro.
“Os fatos teriam ocorrido entre setembro de 2011 e junho de 2012, quando o petista já não era presidente. Como Lula já tem mais de 70 anos, o crime de tráfico de influência prescreveu para ele, mas não para o empresário.”
Fonte: https://www.oantagonista.com/brasil/urgente-lula-e-denunciado-por-lavagem-de-r-1-milhao/
+E-mails do Instituto Lula e transferência bancária de R$ 1 milhão provam lavagem de dinheiro, diz Leva Jato. Na nova denúncia contra Lula por lavagem de dinheiro, a primeira da Lava Jato de São Paulo envolvendo o petista, a força-tarefa afirma que a transação que teria levado ao pagamento de R$ 1 milhão ao Instituto Lula começou entre setembro e outubro de 2011, registra o Estadão.
A Procuradoria relata que Rodolfo Giannetti Geo procurou Lula e solicitou que o petista interviesse junto ao presidente da Guiné Equatorial, Teodoro Obiang, para que o governo daquele país continuasse realizando operações comerciais com o Grupo ARG, especialmente na construção de rodovias.
“As provas do crime denunciado pelo Ministério Público Federal foram encontradas nos e-mails do Instituto Lula, apreendidos em busca e apreensão realizada no Instituto Lula em março de 2016 na Operação Aletheia, 24ª fase da Operação Lava Jato de Curitiba”, informou a Lava Jato.
Em e-mail de 5 de outubro de 2011, relata o jornal, o ex-ministro do Desenvolvimento do governo Lula, Miguel Jorge, escreveu para Clara Ant, diretora do Instituto Lula, que o ex-presidente havia dito a ele que gostaria de falar com Geo sobre o trabalho da empresa na Guiné Equatorial. A empresa estava disposta a fazer uma contribuição financeira “bastante importante” ao Instituto Lula, de acordo com a mensagem. Em maio de 2012, em consequência desses contatos, Geo encaminha para Clara Ant por e-mail uma carta digitalizada de Teodoro Obiang para Lula e pede para levar ao mandatário uma resposta de Lula. Na carta assinada por Lula, o petista informa a Obiang que Geo dirige a Arg, “empresa que já desde 2007 se familiarizou com a Guiné Equatorial, destacando-se na construção de estradas”. Lula também afirma acreditar que o país poderia ingressar, futuramente, na Comunidade dos Países de Língua Portuguesa. A carta foi entregue em mãos a Obiang por Rodolfo Geo. “Na análise dos dados apreendidos no Instituto Lula foi localizado registro da transferência bancária de R$ 1 milhão pela ARG ao instituto em 18 de junho de 2016. Recibo emitido pela instituição na mesma data e também apreendido registra a ‘doação’ do valor. Para o MPF, não se trata de doação, mas pagamento de vantagem a Lula em virtude do ex-presidente do Brasil ter influenciado o presidente de outro país no exercício de sua função. Como a doação feita pela ARG seria um pagamento, o registro do valor como uma doação é ideologicamente falso e trata-se apenas de uma dissimulação da origem do dinheiro ilícito, e, portanto, configura crime de lavagem de dinheiro.”
Fonte: https://www.oantagonista.com/brasil/e-mails-instituto-lula-e-transferencia-bancaria-de-r-1-milhao-provam-lavagem-de-dinheiro-diz-lava-jato/
            Com tantas evidências, como defender uma administração dessa, que tanto prejudicou o país e cada cidadão em particular? Mesmo que haja feito algum benefício se aprofundarmos nosso olhar crítico, veremos, por trás de quaisquer boas ações, sempre têm falsas intenções. Quem continua a defender tal situação, é porque participa das vantagens de forma consciente, ou foi beneficiado e permanece defendendo seu benfeitor, incapaz de usar a lógica para se desvencilhar desse efeito psicológico que foi acometido, muito parecido com um processo hipnótico.
 
Sióstio de Lapa
Enviado por Sióstio de Lapa em 30/11/2018
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Você deve citar a autoria de Sióstio de Lapa e o site http://www.siostiodelapa.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários


Imagem de cabeçalho: Sergiu Bacioiu/flickr