Textos

INVEJA DIVINA
Na primeira vez que te vi
Eras pequena, tão pequenina
Figura terna duma menina
E foi amor que por ti senti

O tempo foi para mim, Cupido
E me presenteou a ti, mulher
Fada linda de um Céu qualquer
E de paixão eu fui atingido

Ah! Quanto gozo senti contigo
Com beijos, beijos, carícias mil
E em teus braços sentia abrigo

Mas os deuses sentiram inveja
E contra nós tramaram um ardil
Agora só minha alma navega
Sióstio de Lapa
Enviado por Sióstio de Lapa em 17/06/2019
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Voce deve sitar a autoria de Sióstio de Lapa e o site http://www.siostiodelapa.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários


Imagem de cabeçalho: Sergiu Bacioiu/flickr