Textos

AA – COMANDO BRASILEIRO
Na guerra espiritual que se desenvolve no mundo, os estrategistas da Luz, sob a direção de Jesus, desenvolveram o projeto de tornar o Brasil o coração do mundo e a pátria do Evangelho. Em função disso observamos que o Brasil se tornou o país com maior número de cristãos, e atualmente assumiu a presidência um gestor com o lema de “Brasil acima de tudo, Deus acima de todos” com o foco prioritário de vencer o vírus da corrupção que já havia se entranhado nas diversas instituições públicas e privadas.
Essa infecção virótica da corrupção nas instituições brasileiras, tinha como meta a inviabilidade do país em cumprir o projeto espiritual da Luz. Agora, onde encontrar dentro do país, uma instituição livre da corrupção que facilmente se instala dentro da nossa natureza humana? Que seus membros usam o anonimato como forma de vencer o egoísmo que está dentro de cada um? Qual a instituição que obedece ao Poder Superior, qualquer que seja o nome que dermos a Ele? Que inicia e termina as suas reuniões ordinárias sempre pedindo ao Senhor, serenidade para aceitar as coisas que não podem ser modificadas, coragem para modificar aquelas que podem ser modificadas e sabedoria para distinguir umas das outras? Parece impossível encontrar uma instituição assim, não é mesmo? Mas existe: Alcoólicos Anônimos!
É uma instituição já pronta para colaborar com esse estado de guerra espiritual. Existem células, salas de reunião, espalhadas por todo o planeta. Sua função básica é recuperar os filhos de Deus atingidos pelo alcoolismo, qualquer que seja a sua condição, recuperar a saúde da família e o potencial financeiro da nação.
Foi com essa compreensão que participei do 44º aniversário de AA no Rio Grande do Norte, ocorrido na cidade de Açu, nos dias 3 e 4-08-2019. Fui com o objetivo de fazer uma exposição (descrita neste diário no dia 06-08-19) no dia 03-08-19. Logo após fui convidado para participar do início das atividades do dia seguinte, conduzindo a bandeira do Brasil na cerimônia do desfile das bandeiras. Senti-me honrado e aceitei o convite.
Assim, no dia 04-08-2019, entrei no auditório lotado da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte, empunhando a bandeira do Brasil, a pedido da Irmandade de Alcoólicos Anônimos. Confesso que fiquei emocionado, atravessando aquele corredor apinhado de gente, todos em sinal de respeito, cantando o hino nacional, enquanto eu fazia tremular a bandeira por sobre as cabeças de todos nós.
Fiquei um momento sobre o palco, à frente da mesa diretora dos trabalhos, e de frente para a plateia. Apoiei a bandeira sobre o quadril com a mão esquerda e com a outra assumi a posição de respeito, com a mão direita sobre o coração, como a maioria fazia. Fiquei ainda mais emocionado, ao lembrar que o Poder Superior havia orientado a criação da Irmandade de Alcoólicos Anônimos, patrocinadora da festa; que Jesus havia projetado ser o Brasil a pátria do Evangelho e coração do mundo; que o anjo Ismael ficou responsável por levar avante esse projeto, e que agora, eu estava ali, na presença de tantos companheiros, levantando o símbolo da nação que leva consigo essa responsabilidade que o Cristo nos outorgou.
Senti como se eu tivesse, naquele momento, trazendo ao mundo material a responsabilidade do primeiro Comando Brasileiro nessa guerra espiritual, aquartelado dentro da Irmandade de Alcoólicos Anônimos.
Assim, ao término, repousei a bandeira do Brasil por trás da mesa diretora dos trabalhos, ladeada pela bandeira do Estado do Rio Grande do Norte e pela bandeira da Irmandade de Alcoólicos Anônimos.
Sióstio de Lapa
Enviado por Sióstio de Lapa em 07/08/2019
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Voce deve sitar a autoria de Sióstio de Lapa e o site http://www.siostiodelapa.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários


Imagem de cabeçalho: Sergiu Bacioiu/flickr