Meu Diário
18/09/2018 23h59
SEXO: BIOLOGIA E ESPIRITUALIDADE

            Por ocasião da entrevista na TV União, a ser gravado no dia 19-09, elaborei as seguintes questões com as respectivas explicações:

  1. SEXO TEM ALGO A VER COM SAÚDE?

Sim. O sexo é importante fator da biologia, responsável pela reprodução dos corpos, dos seres vivos. Quando chega o momento oportuno ele deve se manifestar, geralmente conduzido pelos hormônios na química, e pelos instintos no comportamento. A pessoa saudável deve desenvolver esses passos dentro do foco biológico e nisso teremos o conceito de saúde, um bem-estar físico, mental, social e espiritual sendo devidamente cumprido.

  1. COMO O SEXO PODE PREJUDICAR A SAÚDE?

Caso haja um descompasso para menos ou para mais, ou qualitativamente, na programação biológica que irá desenvolver as diversas etapas do comportamento sexual, iremos ter desvios da norma e consequentemente prejudicar a saúde em qualquer um dos seus aspectos. Isso é uma norma da Natureza, quaisquer desvios que ocorram em quaisquer locais ou órgãos, surge o desvio da norma e consequentemente os sintomas de algum tipo de transtorno.

  1. QUAIS SÃO OS TRANSTORNOS ASSOCIADOS AO SEXO NA PSIQUIATRIA?

São classificadas como transtornos da sexualidade, distúrbios qualitativos ou quantitativos do instinto sexual, mas também chamados de parafilias (comportamentos caracterizados por anseios, fantasias, manifestados de forma intensa, que envolvem objetos, atividades ou situações incomuns, e que causam sofrimento e prejuízos). São estudados dentro da psicopatologia, na psicossexualidade, para os desvios da atividade sexual, que podem estar presentes, visíveis ou latentes. Nessa última condição são desencadeadas por questões tóxicas (álcool e outras drogas), fisiológicas (puberdade, menopausa) e patológicas. Como exemplos quantitativos temos a frigidez na mulher, a impotência no homem, a ninfomania na mulher, o satirismo no homem; qualitativos, temos como exemplo a necrofilia, pedofilia, sadismo, etc.

  1. COMO A ESPIRITUALIDADE INTERVÉM NA SEXUALIDADE?

Ao falar de espiritualidade entramos em outro campo evolutivo, o espiritual, que corre paralelo ao campo evolutivo material. Enquanto na evolução material observamos a evolução dos corpos, com o surgimento e desaparecimento de novas espécies, na evolução espiritual ocorre o aperfeiçoamento do Espírito que deve aplicar a Lei do Amor para avançar em direção à Deus. Portanto, o desejo sexual que surge automaticamente através do instinto sexual, deve ser contido pela consciência espiritual para não chegar a prejudicar o próximo

  1. A RELIGIOSIDADE TEM ALGUMA INTERFERÊNCIA NA SEXUALIDADE?

Sim, como a religião deve ser o canal social do homem biológico para a divindade, os princípios espirituais devem estar bem fortalecidos em seus membros, principalmente os sacerdotes, pastores, missionários, etc., e, portanto, um controle maior sobre os instintos sexuais deve ser feito. Por isso se observa em algumas religiões o celibato e a castidade.

  1. EXISTE DIFERENÇA ENTRE CELIBATO E CASTIDADE?

Celibato é o estado em que determinada pessoa se compromete em não se casar ou manter relações sexuais; a castidade é a abstenção completa de prazeres do sexo. Porém, a força do instinto é tamanha, que a pessoa dotada de forte fé, determinada em cumprir o celibato e a castidade, não consegue resistir a pressão e, mesmo não se casando para manter a aparência de obediência aos princípios religiosos, realiza relações sexuais até com certa frequência, e algumas vezes algum tipo de parafilia.

  1. O IMPULSO SEXUAL PODE SER REPRIMIDO SEM CONSEQUENCIAS PARA A SAÚDE?

Depende da força da fé associada a um saudável contexto espiritual. A pessoa tem a convicção de, agindo sem obedecer aos instintos sexuais, estará melhor servindo ao próximo e por conseguinte servindo a Deus, estará protegido mental, psicológica e espiritualmente; a saúde e fortaleza espiritual compensa algum tipo de exigência vinda a partir do corpo. Afinal, é a evolução do Espírito superior às necessidades que o corpo possa imprimir na mente, geralmente de forma egoísta.

  1. COMO O SEXO PODE DETERIORAR A SAÚDE?

Caso a pessoa não coloque limite aos desejos que surgem natural e espontaneamente em sua mente, irá se comportar sem preocupações com o próximo e consigo mesmo, entrando em ambientes nocivos, de risco, exposto a doenças venéreas e ingerindo substâncias psicotrópicas com grande alcance de prejuízos, individuais, familiares e sociais.

  1. O IMPULSO SEXUAL PODE MELHORAR A SAÚDE FÍSICA E MENTAL?

O impulso mental tem essa finalidade, de fazer funcionar os órgãos e sistemas responsáveis pela reprodução e assim deixar a pessoa mais adaptada à sua finalidade biológica, desde que seja observada, sempre, a Lei do Amor.

  1. O IMPULSO SEXUAL PODE CONTRIBUIR PARA A EVOLUÇÃO ESPIRITUAL?

Sim. O corpo funciona por impulsos de natureza egoísta para otimizar a sua capacidade de sobrevivência e reprodução. A Lei do Amor que deve gerir a gestão espiritual sobre o corpo, faz as devidas contenções para não haver prejuízo para o próximo. Quando surge o impulso sexual na mente da pessoa, com toda a força que esse instinto possui, o Espírito deve avaliar em que condições deve se comportar para não haver prejuízo ao próximo, principalmente a pessoa alvo do desejo. Muitas vezes a Lei do Amor diz que esse desejo não deve ser atendido, então o Espírito faz gestões para que essa força se manifeste no comportamento, mesmo contra os interesses egoísticos do seu próprio corpo. Esta é a maior façanha que o Espirito exerce no seu controle sobre os instintos do corpo. É a grande força biológica que ele coloca a serviço de sua evolução espiritual. Quem já alcançou esse nível está correndo com mais facilidade na faixa divina em direção ao Poder Superior.


Publicado por Sióstio de Lapa em 18/09/2018 às 23h59
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Você deve citar a autoria de Sióstio de Lapa e o site http://www.siostiodelapa.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
 
17/09/2018 23h59
CLODOVIL HERNANDES X JAIR BOLSONARO

            Em 17-06-2008 foi registrado um pronunciamento do deputado Clodovil Hernandes, reconhecido homossexual, na Câmara dos Deputados, sendo na sequencia aparteado pelo deputado Jair Messias Bolsonaro. Assistindo a esse aparte, podemos avaliar o quanto foi equivocado a acusação de homofóbico pelo ator inglês Stephen Fry, conforme a publicação do texto do dia anterior. Vejamos na íntegra o trecho que nos interessa.

            CH - E é com os olhos voltados para Deus, que é a Natureza em quem confio e acredito, que encerro agora meu pronunciamento neste grande expediente, com um belíssimo poema que diz o seguinte: “Existe prazer nas matas densas, existe êxtase nas costas desertas, existe convivência sem que haja intromissão; o mar profundo é música em seu ruído; ao homem não amo tanto, porém muito à Natureza. É isso que eu tinha a dizer, na verdade, que tinha a ler.

            JB – Deputado, me permite um aparte?

            CH – Pois não.

            JB – É comum também nessa casa, quando o parlamentar ocupa o grande expediente, dele trazer um grupo de parlamentares para aparteá-lo. Na maioria das vezes, “cartas marcadas”. Chegou aqui um grupo de jovens na faixa etária dos 10 anos, como eu tenho um filho dessa idade. A sua pureza se assemelha a dessas crianças. Se o Parlamento tivesse a pureza de alma que vossa Excelência tem, que confessa publicamente que não tem conhecimento suficiente para debater aqui temas que muitas vezes não debatem pensando no Brasil, mas pensando em causa própria, o Brasil estaria muito melhor. E eu não deveria deixar passar em branco o pronunciamento de V. Excelência, que há uma certa discriminação, sim, em apartear Vossa Excelência. Alguns tem vergonha ou simplesmente fazem algumas piadinhas, mas eu respeito a sua pureza, a sua inocência. Sou diferente de Vossa Excelência em muitas coisas, mas na Natureza penso como Vossa Excelência. E o Brasil, e este congresso, mostraria força em poder mudar nosso país, se agisse mais com inocência, com pureza, com alma de criança, do que com alma de velhas raposas, astutas, sempre pensando em se perpetuar no poder. Parabéns a Vossa Excelência, espero que continue assim no futuro, assim, eu quero dizer, pois numa reeleição para quem é puro e honesto é muito mais difícil do que para quem é impuro, quem é desonesto. Muito obrigado.

            Podemos observar que o conteúdo do pensamento do deputado Bolsonaro não tem nenhum traço de homofobia, pelo contrário. Chega a criticar os seus colegas por discriminar as ações do deputado homossexual no Parlamento. Também critica a postura desonesta dos seus colegas, em detrimento dos interesses do Brasil. Tem certa semelhança com as críticas que Jesus fazia aos sacerdotes do Templo que não agiam sintonizados com a vontade do Pai, e sim dos seus próprios interesses. Daí ter havido toda uma conspiração que levou o Cristo à crucificação. Pois é o mesmo que tentam fazer com o candidato à presidência Jair Messias Bolsonaro. Resta a nós, que não estamos mancomunados com as iniquidades de quem mantem o poder e ter a consciência livre para reconhecer quem está do lado da verdade.


Publicado por Sióstio de Lapa em 17/09/2018 às 23h59
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Você deve citar a autoria de Sióstio de Lapa e o site http://www.siostiodelapa.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
 
16/09/2018 23h59
STEPHEN FRY X BOLSONARO

            Recebi de uma amiga, pessoa muito querida, que mora no meu coração, e que diverge de mim quanto ao apoio que faço ao Bolsonaro, um vídeo que irei digitar abaixo, disponível no Facebook, postado por Mário Cláudio Simões em 26 de agosto às 01:41, como está colocado na página, antecipando a entrevista com o seguinte teor.

            O ator inglês Stephen Fry entrevistou o deputado Jair Bolsonaro em 2013, como parte de um documentário sobre a homofobia ao redor do mundo. Assistam (menos de 5 minutinhos) e tirem as suas próprias conclusões sobre o entrevistado. Eu concordo plenamente com as conclusões a que chega Stephen Fry.

            Minha última parada no Brasil é um encontro com o deputado Jair Bolsonaro, o político que veta a lei anti-homofobia e o programa de educação.

            SF – Senhor deputado, sou Stephen Fry. Muitos grupos cristãos de direita o apoiam, inclusive alguns grupos neonazistas. (Apesar de ser difícil, estou determinado a manter a calma com ele, para tentar entender por que ele se sente ameaçado pela homossexualidade). Você deve se lembrar do caso de Alexandre. Ele foi morto aos 14, 15 anos. Ele foi torturado. A polícia e as pessoas envolvidas no caso acreditam que foi um ataque homofóbico. Me parece que existe algo de muito errado na sociedade brasileira, pois há muito ódio. A cada dois dias, há um assassinato movido por homofobia no Brasil.

            JB – Inclusive grupos querem usar esse assassinato, que talvez não tenha sido pela opção sexual dele, mas se inclui na questão sexual, pois passa a ser uma bandeira para grupos homossexuais, dizendo que matam e executam, mas eles não querem discutir, mas tem essa causa toda para causar esse clamor popular. Não existe homofobia no Brasil. A maioria dos que morrem, 90% dos homossexuais que morrem, acontece em locais de consumo de drogas, em locais de prostituição ou executados pelo próprio parceiro. Eu entrei nessa briga dita aí dos gays, tendo em vista a proposta do governo em querer distribuir nas escolas públicas do primeiro grau, material didático, que seria para combater a homofobia, mas na verdade estimula o homossexualismo em crianças... é uma questão de normalidade.

            SF – É interessante você usar a palavra “normal”. A zoologia me interessa muito e há 480 espécies de animais que demonstram comportamento homossexual, mas só existe uma espécie de animal na Terra que demonstra comportamento homofóbico. Portanto o que é normal?

            JB – Sua cultura é diferente da nossa, mas nós não estamos preparados ainda no Brasil, pois nem um pai, nem você, nem eu, tem orgulho de ter um filho gay...

            SF – Se a criança estiver feliz... O único motivo dos pais não estarem felizes é porque existe homofobia na sociedade, e que, portanto, o filho pode sofrer bullying. Mas se o mundo não fosse homofóbico por que os pais se preocupariam?

            JB – Você tem que ter um norte na sua vida. Quem quer que os heterossexuais continuem gerando crianças para que essas crianças se tornem gays, lésbicas, para satisfaze-los sexualmente no futuro. Então esse é o exemplo da sociedade brasileira que está sendo plantado agora por esses grupos que eu chamo de fundamentalistas homossexuais.

            SF – Eu nunca quis que uma pessoa hétero se tornasse gay. Acho essa ideia absurda! Também sou inglês, mas não quero tornar ninguém inglês. “Phobos” significa “medo” em grego. A homofobia é o medo das pessoas gays. Por que as pessoas teriam medo dos gays?

            JB – Não gostar não é a mesma coisa que odiar.

            SF – É medo

            JB – Você não gosta dos Taliban... a sociedade brasileira não gosta de homossexual, nós não perseguimos, não existe aqui no Brasil grupos de caça de homossexuais, somos abertos no Brasil, não somos o Iran, que tem a pena de morte para homossexuais. Tanto é verdade que há passeatas do Orgulho Gay e estamos pensando em fazer uma passeata do Orgulho Hétero, pensamos em fazer isso, inclusive...

            SF – E deveriam fazer. Eu concordo. Com certeza.

            JB – Você não será convidado, mas você vai...

            SF – Eu deveria ser convidado, sim...

            Risos, principalmente de Jair Bolsonaro.

            Esse foi um dos encontros mais estranhos e assustadores que já tive. Bolsonaro é um dos homofóbicos típicos que conheci no mundo todo, com um mantra de que os gays querem dominar a sociedade, recrutar as crianças ou abusar delas. Mesmo num pais progressista como o Brasil, essas mentiras geram uma histeria nos ignorantes, onde a violência pode crescer. Isso pode acabar em ataques brutais como o que matou Alexandre Ivo.

            As conclusões que o entrevistador faz de Jair Bolsonaro, não me parece tão estranho e assustador quanto é feito. Talvez o deputado não tenha uma boa articulação de palavras e ideias, mas a defesa do seu posicionamento de não concordar com a distribuição de cartilhas para crianças com conteúdo sexual bem explícito, o que as pessoas que têm acesso a essas cartilhas também repudiam, não foi bem aprofundado pelo entrevistador. Interessante ver no seguimento da entrevista, entre os comentários feitos por várias pessoas, existe a de um homossexual que merece ser visto por meus leitores.

            No próximo texto que irei publicar amanhã, trarei outro relacionamento que Jair Bolsonaro faz na Câmara dos Deputados, com um colega deputado homossexual.


Publicado por Sióstio de Lapa em 16/09/2018 às 23h59
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Você deve citar a autoria de Sióstio de Lapa e o site http://www.siostiodelapa.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
 
15/09/2018 23h59
MEU CANDIDATO - PRESIDENTE

            Na campanha política observamos diversos candidatos, e entre eles devemos escolher aqueles que nos representará. Nesta eleição devemos eleger Presidente da República, Governador, Senador, Deputado Federal e Deputado Estadual. Existem diversos critérios para essa escolha do candidato: um benefício ou dinheiro dado durante a campanha, um emprego dado ou prometido, a história do candidato, a plataforma do que ele pretende realizar caso seja eleito. Os dois primeiros critérios são negativos e favorece a corrupção; os dois últimos são os mais coerentes com o exercício de uma cidadania responsável. Mesmo o voto sendo secreto, uma forma de defender o eleitor de algum tipo de pressão, podemos declarar o voto se assim acharmos conveniente. Vou declarar o meu voto neste texto e em outros antes da eleição como forma didática de justificar o meu pensamento. O primeiro voto que irei declarar é o de Presidente da República, e neste voto não encontrei dificuldade, frente a plataforma de trabalho apresentado e pelo histórico apresentado. Nenhum dos demais candidatos chega perto de Jair Messias Bolsonaro, dentro dos meus critérios conscienciais. Irei transcrever um texto que recebi pelo whatsapp que representa bem o meu pensamento.

            O meu candidato incomoda ativista de esquerda, que defendem aborto, liberação das drogas, erotização precoce de crianças. O meu candidato incomoda traficantes, bandidos, assassinos, pedófilos e estupradores. O meu candidato incomoda a gloBOSTA, incomoda defensores de bandidos e políticos corruptos.

            Mas o meu candidato não incomoda o cidadão de bem, a mãe e o pai de família.

            O meu candidato não é a favor de cotas raciais, é a favor de cotas para os “pobres” já que existem brancos e negros vivendo a mesma situação de dificuldade.

            O meu candidato nunca foi contra o homossexualismo, ele é contra a erotização (homo e hétero) de crianças. Ele também é contra a ideologia de gênero, que quer que aceitemos que ninguém nasce homem ou mulher, ou seja, nós descobrimos nossa sexualidade ao longo da vida. Você que está grávida não pode dizer se seu bebê é menino ou menina, é um ser humano que irá “se descobrir” homem ou mulher ainda...

            O meu candidato não é contra mulheres, ele não acha que mulher deve ganhar menos que homem, ele á a favor de que o salário seja de acordo com a produtividade, independente do gênero.

            O meu candidato não vai sair por aí distribuindo armas como alguns pensam; primeiro que ele defende a posse (ter arma em casa) e não o porte (sair com ela na rua). E além do mais, existe todo um processo para conseguir adquirir. O que não pode acontecer é continuarmos sendo reféns de bandidos muito bem armados e não termos chance de nos defender.

            O meu candidato não vai ter pena de bandido que mata pai de família, que mata um estudante por causa de um celular. Vai dar “carta branca” pro policial combater esses vagabundos que nos oprimem dia após dia.

            O meu candidato só tem 08 segundos de televisão, no horário eleitoral, e o comercial dele na TV é tão simples que parece que foi feito no paint. Mas sabe por que? Porque ele não fez alianças com 300 partidos para ganhar mais tempo de televisão para depois ficar com o rabo preso devendo um monte de favores, como indicação de ministérios para pessoas incompetentes. O comercial é feio sim, sem musiquinhas e novelinhas emotivas que só falta nos fazer chorar, mas porque ele também não aceitou dinheiro para investir em campanha eleitoral.

            O meu candidato é igual massa de bolo, quanto mais batem, mais ele cresce.

            Adivinhem? Estou falando de Jair Messias Bolsonaro!

            Não acredito e nunca acreditei que ele seja a salvação do Brasil, acho até injusto cobrar isso de um homem, mero mortal, mas no momento de calamidade que estamos vivendo em nosso país, eu acredito muito que ele seja o único capaz de “arrumar a casa”, para que possamos começar a ver alguma melhora daqui alguns anos. Ele tem independência política para indicar bons ministros por competência, pois não deve favores a ninguém! Ele tem a humildade e, vale dizer, a CORAGEM de dizer que não sabe tudo! Mas que está disposto a colocar pessoas capacitadas para trabalhar ao seu lado, afinal, que homem ou mulher tem pleno conhecimento e capacidade para governar uma nação do porte do Brasil sozinho? E o principal de tudo... em 27 anos de vida pública não acharam sequer um envolvimento com corrupção. Ou você não acha que vasculharam a vida dele desde o jardim de infância pra descobrir se ele não roubou a borracha do coleguinha?

            Não existe candidato perfeito. Nunca teremos um candidato 100% ideal. Vamos pesquisar, vamos colocar na balança o que precisamos agora para o momento do nosso país.

            Colocaria mais um adendo na questão do armamento. Eu defenderia ter o posse da arma para poder sair na rua, desde que verificassem os meus antecedentes e atual conjuntura de vida. Enquanto o país se encontrar dentro de uma barbárie como a que observamos no dia-a-dia em todos os estados, onde seres humanos comportam-se como animais, eu necessito sair armado para enfrentar as feras que estão à minha espreita, como se eu tivesse caminhando dentro de uma mata, cheia de olhos selvagens prontos para me trucidar. Como cristão que me esforço pra ser, devo seguir a orientação do Mestre: “Vigiar e orar”. Devo orar por todos que estejam ameaçados pelas feras humanas, inclusive por elas, que seja capazes de deixar a animalidade e voltarem a ser humanos... e por outro lado devo vigiar, para que o mal não consiga me atingir, meus familiares e meus amigos, e se necessário uma arma para abater a fera que me ameaça, mesmo que seja travestido de ser humano, isso eu devo fazer. É isso que está em minha consciência, onde está escrita a lei de Deus, e na qual encontro sintonia.


Publicado por Sióstio de Lapa em 15/09/2018 às 23h59
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Você deve citar a autoria de Sióstio de Lapa e o site http://www.siostiodelapa.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
 
14/09/2018 23h59
FACADA - A MÃO DAS TREVAS

            Uma facada covarde no candidato à presidência Jair Messias Bolsonaro, mostrou a intensidade da batalha espiritual que se desenvolve no planeta, prestes a se transformar em planeta de Regeneração, enquanto nosso país se tornará a Pátria do Evangelho e o Coração do Mundo. Esse projeto não é do interesse das inteligências sombrias e por isso recruta as diversas mentes fragilizadas e corruptíveis para tentar barrar o progresso espiritual do planeta. No uso da mentira, intimidação, corrupção, terminou por orquestrar e armar uma mão criminosa para tentar eliminar o seu maior adversário. Mas a consciência coletiva sintonizada com o bem está se formando nas ruas e exemplo disso é o texto que encontrei no whatsapp que transcrevo na íntegra abaixo.

            E Bolsonaro segue lutando para sobreviver. Passando por mais uma cirurgia. Com risco de vida, de morte... saiu bem, mas continua grave!! Por causa de um atentado criminoso e político. Não precisava passar por isto! Nem ele nem qualquer outro candidato, seja de direita ou de esquerda! Uma quadrilha, um mandante ou vários mandantes pagaram um cara, que não é tão desequilibrado quanto parece, e este sorrateiramente o esfaqueou. Um crime de intolerância contra alguém, o único candidato que ameaça o plano deles de se perpetuarem no poder. PT, PSDB e PMDB e os partidos aliados! Poderia ter sido qualquer outro: na Marina, no Lula, no Haddad, Ciro, Alckmim, Meirelles, Boulos, Álvaro Dias, Amoedo, Diaciolo, mas esses aí podem ser corrompidos, alguns já fizeram acórdãos... e não lideram as pesquisas! O alvo era ele! Foi ele! O líder atual, Jair Bolsonaro. Firme, austero, com discursos duros e muitas vezes inflamados e desnecessários, mas pasmem... honesto, defensor da família, das crianças, da igualdade de salários entre homens e mulheres, contra ideologia de gênero, contra cabine de emprego e propinas, a favor da meritocracia, e contra bandidos! Portanto, amigos, chega do politicamente correto! Chega de suavizar o que houve para manter amizades. Que amizades são estas que desejam o mal contra o outro e são coniventes com bandidos? Decidi que não quero relação alguma com quem trata esse atentado contra o Bolsonaro como consequência do discurso dele! Os militantes da esquerda discursam ódio e incitam a violência diariamente por causa do Lula, estimulando tocar fogo, depredar prédios, hostilizar, cometer desobediência civil, bater em quem pena diferente deles, e nem por isto ninguém da oposição foi lá e tentou matar Lula. Então, são assassinos os mandantes deste crime contra ele e são coniventes os que concordam com isto ou culpam a vítima por isto. Inversão total de valores morais, éticos! Isto não é democracia! É falsa democracia! Ditadura civil! Vale tudo! Não quero relação alguma com este povo mais não. Nem para bate-papo. Nos chamam de intolerantes quando na verdade são eles que são! Eu agora serei tolerante sim, mas somente com quem não apoia atentados contra ninguém e quem não faz piada com isto...

            Se o sistema quer mata-lo, ele é o cara certo para presidir este país! Que Deus o recupere! Estou em oração por ele! Mais do que nunca! Força, Capitão! O Brasil precisa de você! Dia 07-10 é 17 nas urnas! Vai ter Bolsonaro sim! Brasil acima de tudo! Deus acima de todos (As. JD)


Publicado por Sióstio de Lapa em 14/09/2018 às 23h59
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Você deve citar a autoria de Sióstio de Lapa e o site http://www.siostiodelapa.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.



Página 1 de 490 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 » [próxima»]


Imagem de cabeçalho: Sergiu Bacioiu/flickr