Meu Diário
11/03/2021 00h10
CENSO CRÍTICO – UM JORNAL CRISTÃO

            Seguir os ensinamentos do Cristo é que torna o cidadão um cristão. As bases desses ensinamentos estão nos quatro Evangelhos escolhidos para compor o Novo Testamento. São textos muito parecidos, escritos por Marcos, Mateus, Lucas e João. O núcleo de toda a doutrina cristã está no Amor e seus derivados: verdade, justiça, liberdade, solidariedade.

            Desde que o homem atingiu um nível de racionalidade que considera valores éticos e morais dentro e fora do campo material, surge o conflito em continuar fazendo o que os instintos exigem com base no egoísmo e o que o espírito exige dentro dos valores éticos e morais, identificados com a essência do Criador, que é o Amor.

            Esse conflito iniciado em épocas remotas continua no presente de forma mais sofisticada, identificada como uma batalha espiritual. Se antes os adversários entravam em disputa por necessidades materiais, imperava a lei do mais forte onde aqueles que já despertavam um sentido ético e moral ficavam descartados a priori. Essa situação perpetrou muito tempo, entrando nas civilizações modernas que já possuíam escolas de filosofia com o objetivo de discutir esses valores éticos. 

            Mesmo com todo avanço filosófico que a humanidade ia conquistando, a massa humana continuava longe desses conceitos e hipnotizadas pelo poder de quem alcançava o pódio da realeza, pela lei do mais forte, quer seja física, política ou principalmente financeira. A quebra dessa tendência tão forte precisava da intervenção de um principio de verdade moralizador, corajoso, para se colocar como cordeiro entre lobos. Foi com essa missão que Jesus veio se colocar como o Cristo entre nós, trazendo a sua mensagem de Amor, do caminho, da verdade e da vida.

            Dois mil anos após a vinda do Cristo, já possuímos boa compreensão dos seus ensinamentos e muitos tentam colocar na prática, com honestidade e fidedignidade. Enquanto isso a batalha espiritual se desenvolve, desta vez de forma mais clara para alguns. Existe o exército do Bem, do Cristo, comandado pelo anjo Ismael aqui no Brasil, lutando com as armas da justiça, da verdade e do amor. Existe o exército do Mal, do adversário do Cristo, comandado pelos dragões em todo o mundo, lutando com as armas da mentira, da hostilidade, das revoluções. 

            Muitos cidadãos de bem, pessoas de bons corações, estão militando no exército errado por erros de crítica, iludidos pelas omissões da verdade e falsas narrativas, como fiquei muito tempo nessa situação. Devido a isso é importante que a verdade seja colocada com mais clareza no meio social através dos meios de comunicação. Os canais tradicionais da mídia foram tomados por essa onda da dissimulação e falsas narrativas em busca de resultados ímpios. Precisamos usar os novos recursos tecnológicos e criar um jornal comprometido com a verdade, que seja capaz de trabalhar os fatos e colocar os argumentos mais coerentes com os ensinamentos cristãos. 

            Este é o propósito deste texto. Levantar no meio social a consciência daqueles que realmente querem seguir os caminhos da verdade: da misericórdia do Cristo ou da justiça do Arcanjo Miguel, e levantar a luz para que as pessoas de bons corações tenham uma bússola a seguir. Daí o título, que pode ser aproximadamente este: Censo Crítico – Um jornal cristão.


Publicado por Sióstio de Lapa em 11/03/2021 às 00h10
 
10/03/2021 00h08
VINHA DE LUZ (30) – DE ALMA DESPERTA

            Agradeço a Deus a oportunidade da minha alma ter despertado após tantos anos vivendo coberta de mentiras que eu acreditava ser verdade. Acreditava que o movimento comunista no qual militei por tanto tempo em partido de esquerda, o PDT, atuava para trazer mais justiça e dignidade para o ser humano. Este sempre era meu lema, Dignidade Humana, em tantos cargos que eu me candidatava: vereador, deputado estadual, federal e até vice-governador. Mas, felizmente, consegui seguir o conselho que Paulo escreveu em II Timóteo, 1:6 – “Por isso te lembro despertes o dom de Deus que existe em ti.”

            Seria fácil para mim, na condição de médico e professor universitário ter me envolvido indefinidamente na sombra dos impulsos primitivistas, egoístas, fazendo com que colocasse meu potencial político-social para conquistar o poder com métodos antiéticos e garantir fortuna com o suor do próximo.

            Sei que é difícil despertar a alma para o divino, pois temos milênios passados em nosso campo evolutivo, onde a lei do mais forte imperava e o egoísmo era o comportamento básico. Isso nos deixa, hoje em dia, suscetíveis em ficar em longa permanência nos despenhadeiros do erro, cristalizando atitudes egoístas e em desacordo com as Leis Eternas.

            Para que não nos demoremos no fundo dos precipícios, temos ao nosso dispor a luz da Revelação Divina, dádiva do Alto, que, em hipótese alguma, devemos permitir que se extinga em nós. Mas é preciso que procuremos de mente aberta onde se localiza a verdade. Esse foi meu erro no passado. Acreditei nas falsas narrativas das esquerdas e não procurei refletir sobre os argumentos da direita, dos conservadores.

Em face da extensa e pesada bagagem de nossas necessidades de regeneração e aperfeiçoamento, as tentações para o desvio surgem com esmagadora percentagem sobre as sugestões de prosseguimento no caminho reto, dentro da ascensão espiritual, considerando o nosso atual estágio evolutivo, tão próximo da animalidade.

Nas menores atividades da luta humana, o aprendiz é influenciado a permanecer às escuras. Qualquer falsa narrativa colocada de forma massiva nos meios de comunicação comprometidos com as iniquidades, termina por arrastar milhões que acreditam ser aquilo a expressão da verdade.

Observamos essa prática do Mal com bastante clareza aqui no Brasil. Nas palestras comuns, até universitárias, cheias de insinuações caluniosas e descabidas a um presidente recém-eleito que tudo faz para combater o antro de corrupção que se tornou a administração pública do país. Nos pensamentos habituais, as pessoas recebem mil e um convites desordenados das zonas inferiores. Nas aplicações da justiça, em seu mais alto nível, se observa o favorecimento das ações malignas, a absorção de criminosos, a condenação do cidadão comum e principalmente daqueles que criticam os atos nefastos, em virtude do demasiado individualismo favorecido do pretérito que procura perpetuar-se. Nas ações de trabalho, àqueles que produzem se veem obrigados a pagar, com seu suor, uma alta taxa tributária para a manutenção de descanso indevido, mordomias escandalosas, contas bancárias astronômicas, fraudulentas.

Até mesmo a alimentação torna-se uma indução irresistível, para explorados e exploradores, causando a obesidade nos dois espectros da vida, gerando um desequilíbrio orgânico que facilita doenças de todos os matizes.

Por essa razão, Paulo aconselhava ao companheiro, Timóteo, não olvidasse a necessidade de acordar o “dom de Deus”, no altar do coração.

Que possamos sofrer tentações, que cairemos muitas vezes, que nos afligiremos com decepções e desânimos, na estrada iluminativa, mas nós, que parecemos ser irmãos mais velhos em experiência maior, é imprescindível que marchemos de alma desperta, na posição de reerguimento e reedificação sempre que necessário.

Pode as sombras do passado nos fustigar, mas jamais esqueçamos de reacender nossa própria luz, para deixar desperta na alma a centelha divina. 


Publicado por Sióstio de Lapa em 10/03/2021 às 00h08
 
09/03/2021 00h06
DENÚNCIAS DE VIGANÓ (7) – BATALHA ESPIRITUAL

            “Selou o pactum sceleris” (pacto da loucura) entre o “deep state” (estado profundo) e a “deep church” (igreja subterrânea), com a servidão dos líderes da hierarquia católica à Nova Ordem Mundial, negando o ensinamento de Cristo e a doutrina da Igreja.” – Arcebispo Viganó, 8 de novembro de 2020.

            Vamos refletir sobre as ponderações do Frei Tiago, do Monte Carmelo, sobre essas denúncias do Monsenhor Viganó, em negrito acima, que traz consequências para todo o mundo. 

            ‘Nós devemos avaliar a complexidade dos acontecimentos presentes e considera-los numa perspectiva sobrenatural e escatológica. (Aqui entra o nosso papel de católicos, nós que temos fé e conhecemos a doutrina da Igreja, não estamos simplesmente analisando uma questão civil e política. Nós estamos analisando os acontecimentos numa perspectiva sobrenatural e escatológica, ou seja, uma perspectiva diante da palavra de Deus, do mundo espiritual, da batalha que nós vivemos nesse mundo espiritual. E ao mesmo tempo escatológica, porque isso nos remete diretamente aos sinais do final do tempo. Independente do resultado dessas apurações que ainda estão sendo feitas, dos recursos que estão sendo apresentados pelo presidente Donald Trump para que a eleição seja revista, independente disso, nós devemos ficar atentos para analisar os fatos dentro dessa perspectiva. Só assim nós vamos poder, como católicos, fiéis, pessoas crentes, analisar essas coisas e dar diante de Deus, a nossa adesão àquilo que esteja do lado de Deus. Porque, com certeza, várias pessoas estão confundidas, por perceber que Donald Trump tem envolvimento com o judaísmo, também tem envolvimento com muitas outras coisas que não são boas e com certeza não são católicas, mas não podemos ser ingênuos e deixar de perceber que hoje, dentro dessa dicotomia Trump-Biden, nós somos obrigados a optar por Trump. E se Trump vai dar o passo para a frente em direção a proteção dos valores cristãos e vai caminhar naquilo que a Providência Divina aponta como aquilo que é certo, então é claro que ele vai ter mais apoio dos católicos e das pessoas que são mais fiéis a Deus. Mas, se ele também, uma vez eleito, caminhar na direção oposta, com certeza ele vai ter os castigos de Deus. Não podemos dizer que um político hoje em dia está imune a todas essas corrupções, nós não podemos dizer também que o político hoje em dia seja exatamente católico, pois teríamos que voltar às monarquias católicas, com aqueles reis que realmente estavam interessados em defender as prerrogativas da Igreja. Nós trabalhamos com aquilo que nós temos e julgando os fatos nessa perspectiva escatológica. Então, não diria que a perspectiva é otimista, mas também não digo que seja totalmente pessimista, porque diante de todas essas coisas dramáticas que nós estamos vivendo, nós vemos também que muitas pessoas estão acordando, estão percebendo que há algo errado, e a partir daí Deus está suscitando pessoas independente delas terem a fé católica, porque tem pessoas que não acreditam em Deus, ou que não acreditam na religião Católica Apostólica Romana, mas que estão caminhando em direção daquilo que Deus quer para elas. Então isso já é um bom começo. Devemos saber de fato isso, que neste contexto mundial, não podemos ser omissos nem ingênuos. A ingenuidade é fatal e a omissão é criminosa. Por isso estamos aqui com essas análises do Monsenhor Viganó, uma reflexão sobre esses temas, para alertar as pessoas que elas devem ter uma noção e um discernimento daquilo que está acontecendo hoje na política mundial e na religião católica.

            ‘Por isso acreditamos que Cristo, a única verdadeira luz do mundo já venceu as trevas. Sejamos confiantes nele, coloquemos toda nossa esperança nele, sabendo que hoje nós não podemos de forma alguma, deixar Nosso Senhor sozinho nesse combate. Nós estamos com Cristo, nós estamos com o verdadeiro Deus, e é Ele que vai vencer, mas Ele vence também com nossa ajuda e nossa fidelidade.

            Cada vez mais pessoas despertam para a Batalha Espiritual que se desenvolve ao nosso redor com fragor crescente. O Cristo coordena as forças do Bem e colocou o Anjo Ismael para comandar no Brasil as almas encarnadas e desencarnadas que despertaram a consciência e procuram se engajar de acordo com suas competências no embate que irá levar a Terra no seu próximo nível evolutivo, o de planeta de Regeneração.


Publicado por Sióstio de Lapa em 09/03/2021 às 00h06
 
08/03/2021 00h06
DENÚNCIAS DE VIGANÓ (6) – MENTIRAS E HOLOGRAMAS

            “Selou o pactum sceleris” (pacto da loucura) entre o “deep state” (estado profundo) e a “deep church” (igreja subterrânea), com a servidão dos líderes da hierarquia católica à Nova Ordem Mundial, negando o ensinamento de Cristo e a doutrina da Igreja.” – Arcebispo Viganó, 8 de novembro de 2020.

            Vamos refletir sobre as ponderações do Frei Tiago, do Monte Carmelo, sobre essas denúncias do Monsenhor Viganó, em negrito acima, que traz consequências para todo o mundo. 

            ‘A divisão vai se colocar dessa forma: de um lado a realidade objetiva, o que é o fato; do outro lado a dissimulação provocada pela mídia. (Então, o Covid-19 é um holograma, uma coisa virtual. Existe um vírus, existe um problema, o que pode ser, mas com certeza não é aquilo que a mídia diz. A mesma coisa acontece com Biden. Se apresenta como vencedor das eleições, sendo que cada dia são denunciados, com denúncias juramentadas, sob pena de perjúrio, que denunciam milhares e milhares de fraudes. Nós estamos sendo não apenas manipulados, mas chegou a um ponto que nós estamos sendo literalmente fraudados. Vai chegar um momento que nós não teremos mais um meio para denunciar ou para agir diante desses abusos, porque quando eles veem que a oposição ainda tem força, então eles vão nos censurar, vão nos impedir a possibilidade de nos manifestar. Hoje somos considerados fascistas, soberanistas, populistas, e todos istas... para nos tachar como pessoas que estão contra o sistema. Quando a pessoa não tem argumentos, ela lhe dá um título, você é isso, cuidado com quem é assim, aqueles tais ali são perigosos. E as pessoas acreditam nessas autoridades e vão excluindo cada vez mais aqueles que querem raciocinar para o bem. Voltando aquela divisão entre o bem e o mal, o filho das Trevas e o filho da Luz. Temos aqui todos os efeitos desses tons apocalípticos, mas que não deixam de ser uma simples constatação da realidade. Se nós rejeitarmos essa divisão bíblica da humanidade, nós vamos perder esse critério para julgar cada coisa com discernimento, se é uma coisa de Deus ou não. E é por isso que essas pessoas que trabalham para esse sistema coadunado com o mal, a primeira coisa que eles querem não é dar fundamentos para suas ações, mas é buscar o direito de ter patentes, de legitimidade social, política ou religiosa. Então, se eles se auto intitulam legítimos, podem agir tranquilamente porque as pessoas não vão contestar, à medida que eles dizem, eu estou com a lei, eu sou legítimo, eu sou uma autoridade...)

            ‘Eles são sempre os bons, mesmo que defendam a morte dos inocentes. Nós devemos aceita-los. Eles são os defensores da democracia, mesmo que, para ganhar uma eleição eles tenham que fazer manobras e fraudes. Eles são defensores da liberdade mesmo que estejam nos privando dela dia após dia. Eles são objetivos e honestos, mesmo que a corrupção e os crimes da pedofilia e de todas essas outras graves calamidades que eles fazem em termos de corrupção financeira e corrupção dos costumes, sejam evidentes mesmo para os cegos. 

            ‘Todos deveriam compreender que a verdade existe independente de alguém acreditar nela. (ou seja, Deus existe mesmo que você não acredite, 2 mais 2 será sempre 4 mesmo que você diga que não acredite. Então, a verdade não muda, está ali, e ela se impõe. Por isso diz o Evangelho: tudo que está escondido será revelado. Então, diante desse critério de verdade, de luz, de coerência e transparência, devemos denunciar que está acontecendo na esfera civil e na religiosa).

            ‘Nesse panorama de mentira sistemática veiculadas pela mídia e de um desconcertante atrevimento, a eleição de Joe Biden não é apenas desejada, mas é considerada definitiva, mesmo que as contagens não estejam concluídas, mesmo que as provas sejam apresentadas, acabou, Biden tem que ser o presidente, porque ele já foi escolhido por esse sistema. (Aí vem o presidente da conferência dos Bispos dos Estados Unidos, que é o Arcebispo de Los Ângelis, e profanando a memória dos mártires do seu país natal, que é o México, vai e cumprimenta Biden dizendo que foi o povo americano que o elegeu. Como esse homem pode ser considerado o político católico, quando ele defende, segundo o que está escrito: “Biden é um ávido abortista, um adepto da ideologia LGBT e do Globalismo anticatólico”. Então, como o presidente da Conferência dos Estados Unidos o cumprimenta, mesmo antes dele ter sido eleito, como o segundo presidente católico dos Estados Unidos? Mais escandaloso ainda é o fato do Papa Francisco pegar no telefone e fazer uma chamada para Joe Biden, o cumprimentando pela vitória como presidente dos Estados Unidos. Então, quer dizer, essas pessoas estão manipulando as informações, e passando na frente do processo democrático, que normalmente deveria ser a base de uma normalidade na esfera política. No entanto, eles não se importam com nada disso. O que eles vivem hoje é nessa perspectiva do imaginário, daquilo que tem de acontecer no plano surreal, dissimulação da mídia. Com tudo isso se confirma o pacto da loucura entre Deep State e Deep Church, ou seja, o Estado profundo de um lado e a Igreja subterrânea do outro. Essas duas entidades, essas duas bestas do Apocalipse, estão na disposição para instalar a Nova Ordem Mundial, negando a doutrina de Cristo, a lei natural e todos valores de uma sociedade que queira se dizer decente e conforme a sua história).

            Estamos sendo bombardeados com a principal arma do Mal: a mentira. A maioria das pessoas de Bem ainda não perceberam essa artimanha e se deixam enveredar por caminhos escabrosos colocados com uma capa de verdade e fraternidade. Mas, o tempo está a nosso favor. Ninguém pode ocultar a verdade por todo o tempo. À medida que ela aparece, as pessoas de bem que não estão mancomunadas com o Mal, fazem suas reflexões e reformulam suas rotas de vida, como se o seu GPS divino que estava sem funcionar devido a ferrugem da mentira, voltasse a apontar o caminho correto através do lubrificante da verdade. Digo isso a partir da minha experiência. Após anos militando em partidos de esquerda, de repente vi o volume de mentiras que o primeiro governo Lula, que ajudei a se eleger, praticava no país, com um número acachapante de corrupção.


Publicado por Sióstio de Lapa em 08/03/2021 às 00h06
 
07/03/2021 00h05
DENÚNCIAS DE VIGANÓ (5) – GOLPE ELEITORAL

            “Selou o pactum sceleris” (pacto da loucura) entre o “deep state” (estado profundo) e a “deep church” (igreja subterrânea), com a servidão dos líderes da hierarquia católica à Nova Ordem Mundial, negando o ensinamento de Cristo e a doutrina da Igreja.” – Arcebispo Viganó, 8 de novembro de 2020.

            Vamos refletir sobre as ponderações do Frei Tiago, do Monte Carmelo, sobre essas denúncias do Monsenhor Viganó, em negrito acima, que traz consequências para todo o mundo. 

            ‘Na Sagrada Escritura São Paulo fala daquele que detém a manifestação do ministério da iniquidade. Na esfera religiosa esse obstáculo seria a própria Igreja Católica, em especial o papado. E na esfera política é aquele governo que impede a instalação da Nova Ordem Mundial, defendendo os valores da lei natural.

            ‘Como é evidente, aquele que ocupa a Sé de Pedro desde o início do seu pontificado, hoje, traiu o seu papel para promover e defender a ideologia globalista. E agora nós vemos que todos os presidentes e todos os governantes se curvam a essa Nova Ordem Mundial. (Ele pede que Trump, uma vez reeleito, possa continuar esse trabalho de conter esse avanço da demolição dos valores naturais e sobrenaturais do homem).

            ‘Infelizmente, Joe Biden representa uma pessoa manipulada pelo Deep State, comprometida com escândalos e fará aos Estados Unidos o que Jorge Bergoglio está fazendo hoje com a Igreja. Eles vão em sintonia com o primeiro ministro Conti, da Itália, com o presidente Macron, da França, e com o primeiro ministro Sanches, da Espanha, e assim por diante. 

            ‘A facilidade de manobrar Joe Biden, como a dos prelados do círculo mágico do Vaticano, permitirá que ele seja usado sem escrúpulos, permitindo que poderes ilegítimos interfira na política interna e nos equilíbrios internacionais. Evidente que quem manobra já tem algo pior e pronto para substitui-lo assim que tiver oportunidade. (Identificamos a preocupação do Monsenhor Viganó de manter o que resta de fatores concretos de oposição a esse movimento de destruir a humanidade).

            ‘Chegamos ao ponto de perceber uma situação surreal na política americana. Um golpe eleitoral colossal que a mídia de forma alguma coloca como ilegítima, denuncia, mas ao contrário, dá por certa a vitória de Joe Biden. (O que conta para essas pessoas não é a realidade, mas o que elas querem construir).

            ‘A fúria dessa gente vai levando a situações a serem transferidas para uma escala de valores segundo aquilo que eles projetam, segundo aquilo que eles propõem fazer. O Covid-19 e Biden são dois hologramas, duas criações artificiais. (O primeiro ponto que devemos partir é a realidade, ver as coisas concretas e dizer o que tal coisa é, enquanto na doutrina gnóstica, nas falsas filosofias que também são inspiradas por Satanás, a realidade é colocada de lado. Nós vemos que hoje a mídia se utiliza disso. Nós vamos percebendo que eles escondem coisas que são verdadeiras e mostram coisas imaginárias como certas. Se nós não somos capazes de analisar e julgar a realidade, então com certeza nós seremos enganados.)

            A verdade é a luz que deve nos orientar em busca do melhor caminho que nos leva em direção ao Criador. As falsas narrativas dominam o contexto informativo, principalmente na grande mídia. Pior que até os combatentes do lado de Bem são tentados a usar as mesmas armas da mentira, e isso é um grande equívoco. Temos que usar sempre a verdade, mesmo que ela se mostre em algum momento contrária aos nossos interesses. Se temos a honestidade necessária para nos considerar um combatente ao lado do Cristo, não podemos jamais escamotear a Verdade e usar a mesma arma do adversário, a mentira. Para isso temos que ser capazes de analisar e julgar a realidade que surge em nossos olhos. Não nos deixemos enganar pelas pessoas sórdidas que levam esse processo maquiavélico adiante, como também aquelas pessoas honestas e de bom coração, até do nosso círculo íntimo, que nos combatem por estar de certa forma hipnotizadas por tantas falsas narrativas em suas mentes.


Publicado por Sióstio de Lapa em 07/03/2021 às 00h05



Página 7 de 677 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 » [«anterior] [próxima»]


Imagem de cabeçalho: Sergiu Bacioiu/flickr