Meu Diário
06/03/2021 00h06
DENÚNCIAS DE VIGANÓ (4) – PROTEÇÃO DE INIQUIDADES

            “Selou o pactum sceleris” (pacto da loucura) entre o “deep state” (estado profundo) e a “deep church” (igreja subterrânea), com a servidão dos líderes da hierarquia católica à Nova Ordem Mundial, negando o ensinamento de Cristo e a doutrina da Igreja.” – Arcebispo Viganó, 8 de novembro de 2020.

            Vamos refletir sobre as ponderações do Frei Tiago, do Monte Carmelo, sobre essas denúncias do Monsenhor Viganó, em negrito acima, que traz consequências para todo o mundo. 

            ‘Há uma relação da máfia de Sangalo com o lobby gay, que protegem entre si os prelados que são homossexuais. (Eles se protegem entre si e dão condições de ter altos cargos na Igreja e também subindo de poder. O Lobby gay assumiu o poder na Igreja católica, após a apostasia do Vaticano II).

            ‘O cardeal que escondeu o terceiro segredo de Fátima, também enganou os papas João Paulo II e Bento XVI  a respeito de vários prelados que eram pedófilos, e esses prelados agiram normalmente porque esses papas eram enganados por esse Cardeal.

            ‘A corrupção dos vértices do Vaticano é tão evidente que é possível considerar esse relatório como uma indigna tentativa de fazer Bergoglio parecer absolutamente alheio as manipulações da cúria, mas uma espécie de perseguidor implacável dos corruptos. (Essa é a imagem que eles procuram passar. Bergoglio, perseguidor dos corruptos, aquele que reforma a cúria, que é humilde, que defende os pobres, que defende o bem. Na verdade, a evidência dos fatos demonstra o contrário. Não é que Monsenhor Viganó não gosta dele, quer ser Papa, quer impedir, quer falar mal do outro... não! É a evidência dos fatos, e se você tem fatos, você prova, acusa com documentos. Então não importa as consequências que você tire disso, mas a verdade é sempre libertadora. Nunca podemos, em nome de qualquer outro valor, esconder a verdade. E se a evidencia dos fatos está dizendo, nós temos que denunciar. Então ele continua...)

            ‘Eu diria que Bergoglio está para a Deep Church como Biden está para o Deep State. (Então, que significa essa história de instituição subterrânea que age por baixo dos panos, para enganar, para passar a impressão que vão fazer outra coisa, quando na verdade já combinaram fazer aquilo que eles querem e com certeza é algo muito escandaloso, por isso fazem por baixo dos panos. Então, essa igreja profunda e esse estado profundo, igreja de um lado, dirigida por Bergoglio, o estado de outro lado dirigido por Biden, a situação desse presidente que ganha uma eleição numa condição fraudulenta, tudo isso nos faz perceber que estamos sendo escravizados por duas espécies de corpos místicos, duas instituições que o apocalipse denomina como duas bestas: a besta vinda do mar que é o Deep State, e a besta vinda da Terra que a Deep Church. Essas duas instituições agem juntas para destruir a verdadeira Igreja e destruir o Estado de Direito.)

            ‘Nessa grotesca farsa agora numa aparência de legalismo (todos se apresentam como se tudo tivesse certo, com documentos, de acordo com a lei) não se eximem de arrastar para a lama toda a Igreja no seu prestígio perante o mundo e a sua autoridade em relação aos fiéis. (Essa farsa que eles montaram para dizer que puniram os homossexuais e principalmente os pedófilos, que na verdade, ao invés de puni-los, protege-los.) Quando tudo isso vem à tona, a Igreja perde seu prestígio perante o mundo, perde sua autoridade perante os fiéis. Tudo isso para salvar a imagem de prelados corruptos, indignos e perversos.

            ‘Limito-me a observar que no Vaticano, Bergoglio ainda se rodeia de homossexuais conhecidos, de personagens com reputação seriamente comprometida. Esta é a mais flagrante negação da alegada, presumível obra moralizadora de Bergoglio.

            ‘Era fácil até poucos meses alguém nos acusar de pessoas que defendem teorias da conspiração por denunciarmos esses planos terríveis que agora nós vemos ser executados nos mínimos detalhes, pois de fato, até fevereiro passado, ninguém pensaria que nós fôssemos impedidos de caminhar na rua, de manter o próprio negócio, de ir a uma missa de domingo, ou até mesmo de respirar. No entanto isso acontece em todo o mundo, mesmo naquela Itália do cartão postal que muitos americanos consideram cidades encantadas e as suas características aldeias. Enquanto os políticos estão nos seus palácios a promulgar decretos levando atividades à falência, as lojas que fecham, a população impedida de viver, de se mover, de trabalhar e até de rezar. São desastrosas consequências que nós não podemos mais deixar de ressaltar.

            O Mal se entranhou tanto dentro das estruturas da sociedade humana que agora a maioria das pessoas estão associadas a ele, muitos, como eu estava, sem saber que aquilo que eu defendia como o Bem, era uma máscara que o Mal estava usando. Chegamos a este ponto que nos encontramos de não ver a verdade, ofuscada pelas sombras, a humanidade, no mundo todo, principalmente no Brasil, nação escolhida por nosso Governador espiritual, Jesus Cristo, para ser a Pátria do Evangelho e o Coração do Mundo. Para isso acontecer e tornarmos o Brasil o coração do mundo com base verdadeiramente evangélica, devemos ingressar efetivamente no exército do Anjo Ismael, designado por Jesus para essa tarefa. Cada pessoa de bom coração, que conseguir ver a luz da verdade, deve deixar de seguir os falsos profetas, a proteção das sombras e se aliar ao Cristo. Isso deve implicar sofrimentos, pois todos aqueles que se aliaram ao Cristo, desde os 2.000 anos de suas lições, sofreram de padecimentos horríveis, como a história registra. Mas, não podemos ser ingênuos e deixar de ver a luz, ou ser omissos, que é mais grave, ver a luz e não fazer nada. 

            Cristo nos espera, Deus nos observa!


Publicado por Sióstio de Lapa em 06/03/2021 às 00h06
 
05/03/2021 00h03
DENÚNCIAS DE VIGANÓ (3) – NOVA ORDEM MUNDIAL

            “Selou o pactum sceleris” (pacto da loucura) entre o “deep state” (estado profundo) e a “deep church” (igreja subterrânea), com a servidão dos líderes da hierarquia católica à Nova Ordem Mundial, negando o ensinamento de Cristo e a doutrina da Igreja.” – Arcebispo Viganó, 8 de novembro de 2020.

            Vamos refletir sobre as ponderações do Frei Tiago, do Monte Carmelo, sobre essas denúncias do Monsenhor Viganó, em negrito acima, que traz consequências para todo o mundo. 

            ‘Justamente quando a cumplicidade da mídia conseguiu tornar quase imperceptível a passagem do nosso mundo para a Nova Ordem Mundial que vieram a luz enganos, escândalos e crimes. (Essa frase eu acho fundamental pelo seguinte: nesse momento em que tudo estava perfeito para eles darem o passo final, depois que eles conseguiram subjugar a igreja através do Vaticano II, através de todas as revoluções que se desencadearam a partir do século XVIII. Conseguiram fazer todas as monarquias católicas caírem, todos os governos se renderem através das guerras e cada vez mais submissos e dependentes do sistema financeiro. Então, a partir desse momento, todos ficam na obediência, na voz do comando financeiro. No entanto, surgiram enganos, escândalos e crimes. Quando se fala em enganos, escândalos e crimes, estamos falando do pontificado de Francisco. Escândalos de pedofilia têm se produzido por toda parte, crimes contra as crianças, inclusive com aquelas que ainda não nasceram, pelo crime do aborto. Nos Estados Unidos, os Estados governados pelos democratas, que promovem o aborto, são aqueles onde o índice de abortos cresceu enormemente nesses últimos anos. Falando de escândalo vem o caso do Cardeal Arcebispo de Washington, uma pessoa com um posto muito importante num país que é a maior potência em termos de religião católica. É ali que existe o maior número de católicos praticantes e que seguem a tradição da Igreja. É por isso que existe uma forte preocupação de Monsenhor Viganó com o problema dos Estados Unidos. Não foi à toa, foi uma ação da Providência, colocar o Arcebispo Viganó como Núncio Apostólico nos Estados Unidos. Porque ali ele conheceu essa realidade e criou laços de amizade com essas pessoas e a partir daí pode desenvolver um trabalho em torno da proteção dessa Igreja que está nos Estados Unidos que mantem os valores da tradição católica que receberam na primeira metade do século XX).

            Interessante essa comparação que é feita do Monsenhor Viganó com João Batista, a voz que clama no deserto. João Batista também chamava as pessoas à reflexão, a corrigirem seus pecados, as iniquidades da época, como o próprio rei Herodes cometia, ao conviver com a mulher do seu irmão. Era um mundo corrompido pelo pecado e que estava próximo a vinda daquele enviado por Deus para ser o Messias, levar o mundo para outra direção, para o Reino de Deus. 

            Agora, mais uma vez o mundo se volta para as iniquidades, as falsas narrativas inundam o noticiário, o mal prevalece. É como se o mundo estivesse retornando ao passado escabroso onde o homem era um lobo declarado do próprio homem. Mas, como as profecias apontavam para a vinda do Messias e este chegou na forma física de Jesus de Nazaré, e existe atualmente a profecia da Terra ser promovida a planeta de Regeneração sob o governo do Cristo, talvez a voz do Monsenhor Viganó esteja servindo para levantar na consciência das pessoas de bem, o imperativo de se afastar das falsas ideologias e ingressar maciçamente nas hordas do Cristo, tornando o bem mais comum, prevalecendo sobre o mal.   


Publicado por Sióstio de Lapa em 05/03/2021 às 00h03
 
04/03/2021 00h03
DENÚNCIAS DE VIGANÓ (2) – GREAT RESET

            “Selou o pactum sceleris” (pacto da loucura) entre o “deep state” (estado profundo) e a “deep church” (igreja subterrânea), com a servidão dos líderes da hierarquia católica à Nova Ordem Mundial, negando o ensinamento de Cristo e a doutrina da Igreja.” – Arcebispo Viganó, 8 de novembro de 2020.

            Vamos refletir sobre as ponderações do Frei Tiago, do Monte Carmelo, sobre essas denúncias do Monsenhor Viganó, em negrito acima, que traz consequências para todo o mundo. 

            ‘O plano global denominado Great Reset está em curso. (O Great Reset é um plano de recomeçar todas as coisas do zero. Vão começar uma nova sociedade como se tudo que nós tivéssemos de raízes, de história, de passado, fosse totalmente desprezível, agora temos que começar tudo do zero, um mundo novo, uma humanidade em evolução, em progresso, em busca dos seus valores “humanos”, que na verdade não passa de valores satânicos). O artífice desse plano é uma elite que quer subjugar toda humanidade, impondo medidas coercitivas para limitar as liberdades dos indivíduos. Em alguns países esse projeto já foi aprovado por traz dos líderes mundiais cumplices e executores. Esses líderes são personagens sem escrúpulos. (Sabemos muito bem quem está por trás de tudo isso e como é grave a situação e como toda a cúpula do poder mundial trabalha nessa mesma agenda).

            ‘O objetivo desse Great Reset é a imposição de uma ditadura sanitária. (Tudo agora é em nome do Covid. É a desculpa para ser implantado o estado de emergência, onde pode se impor qualquer tipo de lei e todos são obrigados a aceitar ou vão morrer desse vírus terrível que está matando milhões de pessoas a cada segundo).

            ‘O preço dessas concessões deveria ser a renúncia à propriedade privada e a adesão a um programa de vacinação. (Na verdade, o que vai acontecer? Com o confinamento eles vão quebrando as pequenas empresas e o comércio. Com essas pequenas empresas e o comércio que ainda são a base econômica da classe média, da sociedade mais lúcida, com mais cultura e capacidade de questionar os que estão nos impondo este sistema, e uma vez que eles ficarem completamente quebrados por causa desses confinamentos sem sentido, então essas pessoas passarão a depender do sistema financeiro. Uma vez que eles dependerem do sistema financeiro, vão ser obrigados a renunciar à propriedade privada. É uma forma de comunismo disfarçado que vai aí se desenvolvendo cada vez mais abertamente. E depois as vacinas que vão ser aplicadas maciçamente, elas vão ter também uma consequência muito grande na nossa saúde e maneira de ver as coisas).

            ‘Tudo isso vai sacrificar nossos afetos, nossas instituições, nossa cultura, nossa fé, nossas tradições e nossos ideais. Pessoas e valores que vão ser obrigados a viver como robôs e que vão obedecer como máquinas, não como pessoas dotadas de almas. Mas eles, vão ser obrigados porque estão sendo submetidos a um sistema completamente tirânico. Enquanto agora, enquanto têm forças, pessoas se levantam diante de Deus para implorar a força para lutar contra o adversário, Lúcifer, com o seu famoso “non service” (não servirei).

            ‘Muitos se incomodam com esse apelo que faço, ao combate entre o bem e o mal em tons apocalípticos, que segundo muitos, fazem as pessoas ficarem apavoradas e acentuam as divisões. Mas não é surpreendente que o inimigo se sinta descoberto justamente quando acredita que alcançou agora a cidadela que ele precisava conquistar e não ser mais perturbado. Surpreendente, porém, que não haja ninguém para falar. (Então, todo mundo ver isso, pessoas ficam criticando Monsenhor Viganó sem perceber que ele está sendo o único que está colocando o verdadeiro alarde, o dedo na ferida. Claro, se você denuncia, você cria divisões. Mas essas divisões produzem uma decisão nas pessoas que vão optar por um lado ou por outro. É falsa essa história que devemos ser todos irmãos, ser todos unidos. Primeiro nós temos que ter um lado, do lado de Deus ou do lado do Demônio. Uma vez que você optou pelo seu lado, é aí que vai se organizar a luta entre um lado e outro).

            É importante que a visão crítica seja colocada em todas situações que se desenrolam á nossa frente. É o nosso poder de racionalização que deve avaliar onde está a verdade e para onde nos leva, para perto ou longe de Deus, para os valores éticos ou corruptos. Claro que isso gera divisões, pois sempre existirá alguém que está do lado errado por ignorância ou más intenções. Enquanto isso não se corrige, perseveremos onde descobrimos ser o lado do bem, pois com o tempo seremos cada vez mais fortalecidos, até mesmo pelo engajamento dos nossos antigos adversários, por perceberem o erro que estavam cometendo.   


Publicado por Sióstio de Lapa em 04/03/2021 às 00h03
 
03/03/2021 06h02
DENÚNCIAS DE VIGANÓ (1) - TRUMP X BIDEN

            “Selou o pactum sceleris” (pacto da loucura) entre o “deep state” (estado profundo) e a “deep church” (igreja subterrânea), com a servidão dos líderes da hierarquia católica à Nova Ordem Mundial, negando o ensinamento de Cristo e a doutrina da Igreja.” – Arcebispo Viganó, 8 de novembro de 2020.

            Vamos refletir sobre as ponderações do Frei Tiago, do Monte Carmelo, sobre essas denúncias do Monsenhor Viganó, em negrito acima, que traz consequências para todo o mundo. 

            Hoje vamos fazer uma explicação deste momento que estamos atravessando na história, alguns pronunciamentos do monsenhor Viganó nestes últimos dias, dessas eleições que está ocorrendo nos Estados Unidos e que tem nos surpreendidos por mostrar um candidato como vitorioso diante de uma eleição que é claramente fraudulenta.

            Por causa de tudo isso vale a pena analisarmos o pensamento do Monsenhor Viganó, aquilo que está se desenrolando nos bastidores. Não pense que essa eleição que ocorre nos Estados Unidos não tem uma repercussão na batalha espiritual entre Cristo e Satanás. Apesar de Trump não ser um santo nem Biden ser necessariamente um demônio, entre os dois existe uma diferença que coloca sem dúvida, Trump que é alguém que quer manter os valores fundamentais da sociedade humana, e coloca Biden do lado que quer organizar uma nova sociedade que não é aquela que Deus planejou para o ser humano.

            Exatamente por isso, temos que nos colocar do lado certo. Não significa que estejamos defendendo uma pessoa ou partido político, mas devemos nos colocar ao lado daquele que defende os valores fundamentais da vida humana.

            Monsenhor Viganó escreveu esta carta a Donald Trump. 

“Escrevo-lhe no silêncio das autoridades civis e religiosas. Diante das graves atitudes, escandalosas leis e desvios tanto na esfera civil quanto na esfera religiosa, ao invés de nós vermos as autoridades se pronunciarem e defenderem aquilo que é correto, ou elas facilitam o caminho do mal, ou então elas fazem silêncio. Não se manifestam.

            ‘Queira acolher as minhas palavras como a voz que grita no deserto. (Hoje Monsenhor Viganó é a voz que clama no deserto para defender os valores religiosos, a santa Igreja Católica e para defender os valores civis e morais que estão sendo ameaçados de uma maneira definitiva por um sistema que não faz outra coisa que manter e aprofundar os erros da Rússia, na expressão de Nossa Senhora de Fátima. De fato, nada disso teria acontecido se o papa tivesse consagrado a Rússia, mas como não foi feito, nós vemos a consequência grave na história do mundo).

            ‘Ouvimos multiplicar-se os ataques de quem quer demolir as próprias bases da sociedade, a família natural, respeito pela vida humana, o amor pela pátria, a liberdade de educação e de negócios. Vemos os líderes das nações e os líderes religiosos cederem a esse suicídio da cultura ocidental e da sua alma cristã, enquanto aos cidadãos crentes são negados os direitos fundamentais em nome de uma emergência sanitária que cada vez mais se revela como instrumental para o estabelecimento de desumana tirania sem rosto. (Tirania mascarada, mentirosa, que estamos vendo se impor a cada dia. E nós temos que nos submeter a isso? Diante de um vírus? A manipulação desse tal de covid-19 e de toda essa crise sanitária).

            Esta é uma denúncia escrita e comentada por duas personalidades esclarecidas da Igreja Católica que colocam corajosamente a engenharia do mal que se desenrola no mundo e que atacou com virulência os Estados Unidos. Jamais poderíamos imaginar 20 anos atrás, que a maior nação do Ocidente, paladina das liberdades individuais e ética cristã, viesse praticar tantas irregularidades, falsas narrativas e fraudes visíveis e não corrigidas, como aconteceu nesta última eleição. Parece ter sido uma vitória importante do exército do mal, porém, vejamos como será feita a vontade de Deus, da Terra evoluir para o estágio de planeta de Regeneração como está previsto. 


Publicado por Sióstio de Lapa em 03/03/2021 às 06h02
 
02/03/2021 00h28
SALMO 2 – ADVERTÊNCIA DO SENHOR

            Avaliemos o Salmo 2 da Bíblia Sagrada no contexto atual.

            Por que se amotinam as nações e os povos tramam em vão. Os reis da Terra tomam posição e os governantes conspiram unidos contra o Senhor e contra o seu ungido, e dizem: Façamos em pedaços as suas correntes, lancemos de nós as suas algemas!" Do seu trono nos céus o Senhor põe-se a rir e caçoa deles. Em sua ira os repreende e em seu furor os aterroriza, dizendo: "Eu mesmo estabeleci o meu rei em Sião, no meu santo monte". Proclamarei o decreto do Senhor: Ele me disse: "Tu és meu filho; eu hoje te gerei. Pede-me, e te darei as nações como herança e os confins da terra como tua propriedade. Tu as quebrarás com vara de ferro e as despedaçarás como a um vaso de barro". Por isso, ó reis, sejam prudentes; aceitem a advertência, autoridades da terra. Adorem o Senhor com temor; exultem com tremor. Beijem o filho, para que ele não se ire e vocês não sejam destruídos de repente, pois num instante acende-se a sua ira. Como são felizes todos os que nele se refugiam!

            As amotinações das nações e tramas dos povos é uma constante na face da Terra. A conspiração contra a vontade de Deus parece existir e praticar uma ofensiva nestes tempos de pandemia. A mentira, as falsas narrativas são constantes. O povo, ignorante e bombardeado por elas tendem a seguir os mentirosos que hoje pretendem construir um governo mundial. A ideologia comunista de forma totalitária, destrói os princípios da liberdade e os valores éticos e cristãos, a família, o patriotismo. As diversas instituições criadas para oferecer uma administração correta para as necessidades humanas, são atacadas pela corrupção, inclusive as que poderiam ser mais resistentes, como a justiça, clero e educação. Parece fazer em pedaços o Evangelho trazido pelo Cristo, em nome do Pai. Até o mais alto representante de Cristo na Terra, aquele que segura o cetro de Pedro no Vaticano, parece estar seguindo essa conspiração, como é denunciado por diversos entes eclesiásticos mais observadores.

            Mas a promessa de Deus, de garantir a evolução da Terra, está presente dentro do Salmo. Ele dará as nações e os confins da Terra como propriedade do Cristo, e isso significa que o mal não triunfará, que a Terra atingirá o seu próximo grau evolutivo, como planeta de Regeneração, onde o bem prevalecerá sobre o mal. E termina fazendo a advertência às autoridades da Terra, que sejam prudentes para não serem destruídos de repente.


Publicado por Sióstio de Lapa em 02/03/2021 às 00h28



Página 8 de 677 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 » [«anterior] [próxima»]


Imagem de cabeçalho: Sergiu Bacioiu/flickr