Meu Diário
21/05/2020 07h40
AÇÃO DOS GUARDIÕES

               O livro “A Marca da Besta”, de autoria de Ângelo Inácio através do médium Robson Pinheiro, nos traz importantes informações sobre as providências que estão sendo realizadas no mundo espiritual com respeito ao que se passa conosco, aqui no plano físico. É preciso que tenhamos esse conhecimento para que possamos refletir com mais eficiência.

            - Você poderia apontar em quais eventos os guardiões estiveram presentes, acompanhando essa tentativa de manipulação do clima planetário? 

            Uma vez mais Jamar não se fez de rogado. Como estava entre espíritos realmente interessados em estudar, sentiu-se mais à vontade.

            - Desde a construção do projeto pioneiro desses centros geradores, quando entrou em operação o primeiro deles, em 1944, estamos mapeando cada uma das unidades. Pessoalmente, estive no Alasca e em duas cidades da Rússia, visitando as usinas e examinando as antenas que irradiam consideráveis quantidades de energia. Entretanto, os registros de ações dos guardiões monitorando tentativas de manipulação do clima da Terra remontam ao ano de 1952, quando se realizaram algumas experiências com iodeto de prata na atmosfera, visando a fins militares. Mais tarde, durante as décadas de 1960 e 1970, período de forte ingerência norte-americana no Vietnã, novos experimentos foram executados. Mesmo na atualidade algumas aldeias da China foram alvo de testes mais expressivos.

            Como se pode ver, estamos não somente atentos, mas trabalhando, patrocinados pela orientação do espírito Verdade. Procuramos diminuir os prejuízos causados por tais iniciativas e, acima de tudo, preparar as equipes socorristas, do lado de cá, para a onda de desencarnes que os fenômenos produzidos por esses experimentos tendem a provocar.

            “Por exemplo, numa calamidade semelhante ao que aconteceu com o furacão Katrina, que atingiu a costa sul e sudeste dos EUA em 2005, mais de 1,8 mil pessoas desencarnaram. Em sua quase totalidade, tais espíritos aportaram em nossa dimensão completamente despreparados para o contato com a vida extrafísica. Esse desencarne em massa exigiu das equipes socorristas e dos guardiões em particular extrema dedicação, e até hoje temos enfrentado enorme desafio com esse contingente populacional, já que muitos de seus integrantes permanecem revoltados com as circunstâncias que culminou no cataclismo. Além disso, há os problemas criados por quem ficou na esfera física, que demandam atenção da parte dos benfeitores responsáveis.

            Somos bombardeados por narrativas colocadas como científicas, para que a opinião pública defenda tal posição, omitindo, voluntária ou inocentemente fatos como estes que são citados que podem provocar tais calamidades climáticas. A arma frequentemente usada nesta batalha espiritual que estamos dentro dela é a mentira, a distorção de fatos, o assassinato de personalidades que fazem oposição a essas mentiras. Parece até que seremos derrotados, quem defende a verdade, pela imensa rede de notícias falsas e tendenciosas. Felizmente, o nosso governador espiritual, o Mestre Jesus, é o detentor da Verdade e no momento certo a Luz dominará as Trevas. Este momento que estamos atravessando, serve como um teste para as almas encarnadas envolvidas, onde está a sintonia do coração e onde está a capacidade de reflexão e identificar a verdade soterrada pelas mentiras.


Publicado por Sióstio de Lapa em 21/05/2020 às 07h40
 
20/05/2020 00h19
PROJETO H.A.A.R.P.

               O livro “A Marca da Besta”, de autoria de Ângelo Inácio através do médium Robson Pinheiro, nos traz importantes informações sobre as providências que estão sendo realizadas no mundo espiritual com respeito ao que se passa conosco, aqui no plano físico. É preciso que tenhamos esse conhecimento para que possamos refletir com mais eficiência.

            -Há alguma veracidade nas informações que se ventilam por aí, acerca da interferência que alguns países têm exercido no clima da Terra? 

            Jamar parecia pensar muito, de forma a medir as palavras, pois não ignorava minha presença ali e o papel que me cabia ao transmitir os eventos para o mundo. Graças a Deus aqui não existe imprensa marrom, senão ele teria de omitir ou disfarçar as informações. Em seguida, respondeu:

            - A ciência do mundo conquistou grandes avanços na história recente, mas a população ainda tem pouca participação e limitado acesso às descobertas científicas. Muito está sendo experimentado na surdina e, naturalmente, sob o patrocínio dos serviços de inteligência de diversos países. Temos catalogados em nossos arquivos, mais de 20 transmissores gigantes, que emitem ondas elétricas de baixa frequência, que são descarregadas na ionosfera e acarretam a redistribuição das correntes de ar em todo o globo. As correntes atmosféricas movimentam bilhões de litros de água, dispersos em forma de partículas. Evidentemente, esses procedimentos causam forte influência nos fenômenos de ordem climática tanto quanto alguns outros que têm ocorrido ao redor do planeta.

            “O governo e os políticos, amparados pelos serviços de inteligência e pelas forças armadas dos países que investem nessa área, tentam desviar a atenção do povo de seus experimentos para o grande vilão, apontado como sendo o gás carbônico e os gases de efeito estufa. Incitam os setores da sociedade, desde os movimentos ambientalistas até a imprensa e o cidadão comum, a se envolverem com aquilo que apontam como o maior responsável pelas mudanças climáticas. A seu favor, contribuindo para tornar consistente seu discurso, militam ainda as pesquisas científicas comprometidas com sua fonte financiadora. Enquanto isso, conduzem suas experiências uns contra os outros, aprimorando suas técnicas de guerra por meio de engenhos nascidos de uma ciência sem ética.

            “As chamadas ondas ELF bombardeiam no ar milhões de volts de energia de baixa frequência, produzindo ondas de ionização artificial nas camadas superiores da atmosfera do planeta ocasionando, assim, anomalias atmosféricas e climáticas. Estamos atentos a essas ocorrências desde o ano de 1989, quando alguns experimentos nos chamaram a atenção. Desde então, passamos a policiar os locais onde são postas em funcionamento as misteriosas estações de radiodifusão dessas energias. 

            “Falando de uma perspectiva mais técnica, essas usinas espalhadas em vários países, têm gerado mais de 3,5 milhões de volts de energia, injetando as ondas num ponto a 150 km de altitude, em relação ao nível médio do mar, em um raio aproximado de 18 km, cada uma delas. Imaginem o estrago que tamanha interferência pode causar ao clima. 

            “União Europeia, Estados Unidos, Rússia e China possuem, no total, mais de 20 desses centros geradores, com os quais pretendem – e conseguem, em certa medida – provocar anomalias no clima, induzindo maremotos, inundações, terremotos ou períodos de estiagem, tudo visando alcançar benefícios de ordem política ou econômica. Para o cidadão comum, tais fatos fazem parte de um filme de ficção, mas garantimos: são absolutamente reais e estão ocorrendo já, sob o comando de governos, indústrias e cientistas a serviço da guerra. Tais grupos de poder estão diretamente sob a tutela dos daimons, que, recrutando seus especialistas e técnicos, têm se infiltrado nesses sistemas para incitar o avanço bélico em ritmo ainda maior e o acirramento de confrontos nacionais. Quanto as consequências, nem é preciso enumerá-las.

            Infelizmente, esse quarto poder, a mídia, está cada vez mais distante dos interesses do povo. Ao invés de ser transparente se tornou marrom e cada vez mais opaca, associada a interesses egoístas que se mantém através das iniquidades. Parece que eles estão surfando numa espiral de maldade onde as lições do Cristo são esquecidas ou deturpadas.

            Felizmente, veremos mais adiante nas reportagens do mundo espiritual que este livro nos traz, que o Cristo é o nosso comandante supremo deste mundo chamado Terra, designado por Deus, e com certeza, a sua estratégia do bem, associada à justiça, não corre risco de ser derrotada. Quer apenas provar quem merece ou não continuar em nosso planeta com nova graduação, de planeta de regeneração. 


Publicado por Sióstio de Lapa em 20/05/2020 às 00h19
 
19/05/2020 07h32
GOVERNO MUNDIAL

            O livro “A Marca da Besta”, de autoria de Ângelo Inácio através do médium Robson Pinheiro, nos traz importantes informações sobre as providências que estão sendo realizadas no mundo espiritual com respeito ao que se passa conosco, aqui no plano físico. É preciso que tenhamos esse conhecimento para que possamos rfletir com mais eficiência.

            Queria saber se o guardião tem alguma informação sobre um suposto governo mundial, levado a efeito por organizações no plano físico, ou se o que se fala a respeito é apenas mais uma teoria conspiratória, como se diz de tantas outras teorias no mundo.

            - As chamadas teorias conspiratórias e outras mais, que vez ou outras aparecem nos meios de comunicação da dimensão física, encerram sim, algo de real e verdadeiro. Não podemos esquecer que, embora algumas pessoas tenham o gosto por difundir estranhas e hipóteses mirabolantes, não há como negar certas evidências.

            “Existe um grupo seleto de pessoas que se reúnem há alguns anos com a finalidade de introduzir nova política e mecanismos de controle da economia global. Á parte os excessos de algumas especulações sobre o assunto, o fundo de tudo isso é verdadeiro, e nós, os guardiões, estamos atentos a essas organizações da Crosta, pois sabemos serem estimuladas por entidades de alta capacidade intelectual, mais precisamente os conhecidos daimons ou dragões. Convém assinalar, como sempre o fazemos ao longo de nossas conversas, que, a inspirar e motivar as ações humanas mais comuns, há espíritos atuando largamente; que diremos, então, dos bastidores de organizações mais complexas? São os espíritos, bons ou maus, que dirigem as instituições e corporações humanas, mediante a sintonia que as mentes encarnadas oferecem, os ideais e as políticas que as norteiam.

            “Os guardiões têm participado de forma discreta de muitas reuniões realizadas no plano físico, às quais a mídia não tem acesso. Nessas assembleias, vemos que as organizações e famílias de enorme poderio financeiro, grandes manipuladoras da economia global, têm defendido a necessidade de uma nova ordem mundial. E isso não é fantasia; corresponde à realidade mais pura. Ocorre que as notícias que chegam sobre o assunto aos companheiros da esfera física são apenas lances devidamente controlados ou manipulados pela mídia, tida por alguns como o quarto poder, que os deixa escapar para a população. O restante, que eventualmente vazou dos meios de comunicação, é visto como absurdo, porque convém aos protagonistas de tais acontecimentos apresentar aqueles que despertam para o que se passa nos bastidores da política internacional como um grupo de fanáticos e alarmistas. Desqualifica-los é um dos recursos usados pelos que se acham poderosos no mundo, a fim de desacreditar os poucos que acordaram.

            “Sinceramente, não vemos como algo tão assustador as pretensões de se criar o chamado governo mundial ou a nova ordem mundial, pura e simplesmente. Preocupante é o modo de lidar com as questões políticas e sociais, que constitui o foco dessas organizações. Quando deparamos com as possíveis decorrências dessa nova política e os planos traçados – a que temos acesso, mas que são mantidos em sigilo por parte de seus postulantes -, então as coisas mudam completamente de figura. Precisamos observar de perto esse projeto, que a cada dia é delineado mais profundamente no pensamento de seus organizadores, de um e outro lado da vida. As consequências que acarretaria em médio e longo prazo, caso se concretizasse, exigem especial atenção da parte dos guardiões e de todos os espíritos que zelam pela renovação da humanidade como um todo.

            “Com a facilidade sem precedentes na sociedade humana no que se refere às comunicações, com recursos como internet, televisão e rádio, era de esperar que esses e outros acontecimentos merecessem maior difusão da parte dos órgãos responsáveis. Contudo, é denunciado e veiculado apenas o mínimo suficiente para trazer ao público algumas informações do que ocorre nos bastidores. No entanto, ao estimular tal propagação, há que ter o cuidado de não fomentar entre os amigos encarnados uma situação de fanatismo ou extremismo em relação a certos fatos que, há muito, estão em andamento na Terra.

            “Sabemos que, acima de todas as dificuldades e planejamentos humanos, de encarnados tanto quanto de desencarnados, vige a vontade soberana daquele que, para nós, é simbolizado como Cordeiro, o qual administra os destinos do planeta conforme a necessidade dos espíritos que nele habitam e os sábios desígnios do senhor de todos nós.”   

            Estas informações são preciosas para que tenhamos cuidados com as narrativas que a mídia passa para nós, não sabemos quem e o quanto estamos sendo manipulados. Precisamos focar nos fatos sem distorções, analisar cada informação prestada, por qual veículo de comunicação. Se a narrativa que é feita, está coerente com os fatos reais. Se os fatos que nos apresentam estão distorcidos, ou claramente mentirosos. Tudo vai depender da nossa capacidade de sermos “simples como as pombas e prudentes como as serpentes”, que o Mestre Jesus já nos advertia.  


Publicado por Sióstio de Lapa em 19/05/2020 às 07h32
 
18/05/2020 00h16
VINHA DE LUZ 5 – COM AMOR

            A lição básica que a doutrina cristã nos passa é que em tudo devemos está revestido do amor, que é o vínculo da perfeição (Paulo – Colossenses, 3:14).

            Isso implica que, para estarmos revestidos do amor, é preciso que façamos uma limpeza dentro de nós, para tirar a sujeira do egoísmo em todos os recantos da alma e coração. Senão, seria como se vestíssemos uma roupa cara e elegante com o corpo sujo e suado. Para fazer essa limpeza íntima, passaremos por tempestades de incompreensão, e para marchar com desassombro por tais situações precisamos da fé.

            Este é o caminho que devo percorrer, deverei estar preparado para essas incompreensões que abala o fundo da minha alma. Tenho que ter muito amor ao me deparar com opiniões contrárias, sem embasamento técnico nem cientifico, de pessoas tão íntimas, sangue do meu sangue, que são cobertas por meu amor, e que se deixam contaminar por falsas narrativas, não consideram o meu tempo de vida, os conhecimentos que adquiri, a honestidade de minhas ações, minha sintonia com Deus. São pessoas que alimentam pensamentos diferentes que levam a caminhos também diferentes. Lembro da lição de Jesus, quando disse na aproximação de sua mãe e irmãos biológicos, que sua família era composta por aqueles que faziam a vontade de Deus, quer dizer, que pensavam como ele.  

            Por isso me considero irmão de Jesus, pois quero fazer a vontade do Pai, como ele queria e fez. Isso implica na minha elevação moral, no resgate de uma vida egoísta, mas dolorosa, pois cada amigo ou parente que eu amo e que se desvia desse caminho, é como um espinho na carne. E encontro vários espinhos dessa natureza.

            Este é o meu trabalho cotidiano, de caminhar com amor. Fazendo ao próximo o que eu desejaria que fosse feito comigo, usando sempre a verdade quando necessário e a omissão de fatos quando a preparação do outro ainda é insuficiente para aceitar uma questão, que sabe que é possível acontecer. Isso leva a sacrifícios, suores e também de testemunhos, de praticar aquilo que quero ver implantado no mundo.

            Para tudo isso a alma deve estar revestida da caridade que é o amor sublime. Pela caridade posso suportar o peso da ignorância, a dor da ingratidão, as raivas da intolerância. É o exemplo sublime de Jesus, sofrendo na cruz e perdoando os seus algozes porque eles não sabiam o que faziam.  

            A nobreza de caráter, a confiança, a benevolência, a fé, a ciência, a convicção, os dons e as possibilidades são fios preciosos, mas o amor é o tear divino que os entrelaçará, tecendo a túnica da perfeição espiritual. Devo adquirir a destreza para operar esse tear, mesmo dentro da mais forte tempestade.

A disciplina e a educação, a escola e a cultura, o esforço e a obra, são flores e frutos na árvore da vida, todavia, o amor é a raiz eterna. Tudo isso que posso colher da árvore da vida deve ser enraizado na prática do amor ao próximo, pois assim fazendo estou fazendo a vontade daquele que me criou, amando no dia-a-dia, compreendendo as falhas dos meus semelhantes, auxiliando em silêncio, entendendo a situação de cada um, temperando a bondade com a energia, e a fraternidade com a justiça.

Tenho que ouvir a sugestão do amor, a cada passo, na senda evolutiva. Pois amando, compreenderei; e, compreendendo, vou trabalhando pelo mundo melhor, mesmo com diversos espinhos fincados na carne.


Publicado por Sióstio de Lapa em 18/05/2020 às 00h16
 
17/05/2020 00h16
PROFECIA DE ZACARIAS

            Zacarias, pai de João, no oitavo dia do nascimento do seu filho, foi circuncida-lo e queriam que ele fosse chamado da mesma forma, Zacarias. Foi Isabel, sua esposa, que interveio e disse que o filho se chamaria João. Zacarias, mesmo sem conseguir falar no momento, escreveu numa tábua: “João é o seu nome”, deixando todos pasmados.

            A partir daí, Zacarias abriu a boca e soltou-se lhe a língua e cheio do Espírito Santo profetizou: “Deus nos envia um salvador poderoso, da casa de Davi, para nos livrar dos nossos inimigos e das mãos de todos os que nos odeiam, para que, liberados das mãos inimigas possamos servi-lo em santidade e justiça, em sua presença, todos os dias de nossas vidas”.

            Esta profecia anunciava a vinda de Jesus tendo João Batista como seu precursor. Jesus é este salvador poderoso, não pelas armas do mundo material, mas pelos critérios do Criador, do Amor Incondicional.

            Desde o início de sua missão, o Mestre se deparou com muitos inimigos, cheios de ódio, todos os dias de sua vida, até o clímax da crucificação. Sabia que isso iria perdurar e advertiu aos seus discípulos presenciais, dos sofrimentos e martírios que eles iriam passar.

            Essa condição de perseguidores, que os inimigos da Luz que o Cristo veio nos trazer, perdura até hoje. Felizmente temos o Evangelho para nos orientar e a promessa do Cristo que disse que estaria sempre conosco, onde dois ou três estivessem reunidos em seu nome, ali Ele estaria.   

            Essa profecia de Zacarias se cumpriu com Jesus e sua doutrina de Luz se espalhou por toda a Terra, mesmo que cheia de distorções. Mas a prática deturpada da doutrina cristã não deve desviar o raciocínio das pessoas de bom coração, capaz de perceber a coerência das pessoas e suas circunstâncias. Vejamos o que acontece no Brasil atual.

            Desde a sua descoberta pelos portugueses somos um país espoliado. As pessoas que vivem aqui podem se dividir em parasitas e parasitados. O cidadão que paga seus impostos mais caros do mundo e não recebem a contrapartida merecida, são os parasitados. Aqueles que usam esses recursos para seus próprios interesses, são os parasitas.

            Em 2002 com a chegada do PT ao poder central, o Brasil foi se tornando cada vez mais dominado pelos parasitas, com pouquíssimas exceções. Os cidadãos parasitados se viram forçados a irem as ruas em todo o Brasil, exigir a mudança dessa situação. Foi feito o impeachment e na eleição seguinte só se encontrava um homem que não tinha o perfil de parasita. Jair Bolsonaro foi eleito com essa aura de honestidade e de capacidade férrea para diluir as trevas. Apesar de esfaqueado literalmente em praça pública durante a campanha, continua, depois de eleito a ser esfaqueado moralmente todos os dias, por pessoas honestas que não conseguem ver a batalha espiritual e pelas pessoas desonestas que constroem falsas narrativas com o apoio da mídia órfã dos recursos públicos. Tudo isso para assassinar a imagem de homem público que não se consorcia com as trevas.

              Mais uma vez na história, a profecia de Zacarias se torna real. Deus já no enviou Jesus, antecipado por João, colocou sua doutrina como ferramenta de salvação das mãos dos parasitas. Apareceu um homem que pegou essa ferramenta e exibiu a sua potencia, a Verdade nos libertará das mãos dos parasitas. Isso desencadeou uma onda tão forte de ódio que até as crianças são doutrinadas para desenvolver medo e nojo, e joga as mentiras dentro de uma sociedade com pouca capacidade de raciocínio crítico, pela falência da educação que eles provocaram. 

            Mas, aqueles que se sentem liberados da ignorância, das mãos inimigas dos parasitas, têm a presença do Cristo todos os dias em suas vidas, e isso é uma boa garantia de que a Luz vencerá as trevas.


Publicado por Sióstio de Lapa em 17/05/2020 às 00h16



Página 10 de 622 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 » [«anterior] [próxima»]


Imagem de cabeçalho: Sergiu Bacioiu/flickr